Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sábado, 12 de janeiro de 2013

Defensor dos flagelados da Seca critica prefeitos por contratarem bandas "caríssimas" no carnaval

Padre Djacy Brasileiro diz que não se admite em época de fome e de sede alguns prefeitos gastem verdadeiras fortunas com festas carnavalescas

O Padre Djacy Brasileiro, um dos maiores defensores da população sertaneja afetapa pelos efeitos da estiagem na Paraíba, mas uma vez volta a polemizar nas redes sociais com uma indagação que vai deixar muitos prefeitos recém eleitos sem saber o que fazer na hora de brincar o carnaval.

O religioso utilizou mais uma vez as redes sociais, na tarde dessa sexta-feira,11 de janeiro, e fez o seguinte desafio em seu Facebook: " É lícito,é moral,é cristão,numa seca cruel que devasta,mata;numa seca que está levando centenas de sertanejos à cruz da sede e da fome; numa seca que está levando ao desespero famílias e mais famílias,algumas prefeituras do sertão paraibano promoverem festa de carnaval,contratando bandas caríssimas? Não sou contra a festa,mas estou levando em consideração o contexto atual. Qual sua opinião?" 

O Padre ainda faz a seguinte pergunta: "por que algumas prefeituras têm dinheiro para fazer carnaval,mas não o têm para matar a fome e a sede das vítimas da seca?" E ainda dispara: "Se o governo liberar verbas para o carnaval no sertão,tem que ser denunciado como crime contra a humanidade."

Fatos PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário