Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Nota de Repúdio!



Acabo de ficar sabendo que nesta quarta-feira (10) o médico amigo Dr. Djaci Brasileiro foi demitido do hospital distrital de Piancó. Em uma ação orquestrada pela atual prefeita da cidade de Igaracy, junto ao governador do estado, o médico filho do Vale do Piancó agora está impedido de exercer a profissão que tanto ama, apenas por não concordar em apoiar o atual modelo de gestão implantado pela prefeita do PSB na cidade de Igaracy e discordar do atual modelo de gestão implantado pelo mesmo partido em Itaporanga.


Até que ponto chegamos? Primeiro a atual prefeita de Igaracy consegue com todo seu esforço fechar o único ponto de internamento que existe no município que é a fundação hospitalar, isso depois de rejeitar os serviços do médico Djaci Brasileiro em qualquer unidade de saúde da cidade. Agora ela consegue mais um feito que foi a demissão de Dr. Djaci do hospital de Piancó, onde semanalmente eram feitas diversas cirurgias em prol da população mais carente da região do Vale do Piancó. Achando pouco, não estão medindo esforços para tira-lo também dos serviços que ele presta na cidade de Itaporanga.


Com tanta maldade no coração e perversidade no modo de agir politicamente, algumas pessoas que fazem a atual gestão na cidade de Igaracy, ainda pregam pelas ruas que “vão continuar no caminho certo”. Será?

domingo, 24 de julho de 2016

PTB, PSDB, PSD, PT, PRP e PTC realizam convenções em Igaracy e homologam o nome de Lídio Carneiro e Galego de Celino como candidatos a Prefeito e vice Prefeito...

Durante convenção realizada durante este sábado (23), o PTB homologou o nome do ex Vereador Lídio Carneiro, para disputar a vaga de prefeito na cidade de Igaracy (PB).



Para formar a chapa, o nome de Galego de Celino (PSDB), também foi homologado como candidato a vice Prefeito, além dos candidatos a vereador.



A convenção aconteceu no Igaracy Social Clube, e contou com a presença de aliados, familiares e lideranças políticas.



A Coligação ficou nomeada de “Unidos pela Mudança” e contará com a união dos partidos PTB, PSDB, PSD, PT, PRP e PTC.  




Fonte hugoigaracy

terça-feira, 19 de julho de 2016

300 anos de NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA

A Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, convida todos os paroquianos para participar da Peregrinação com a Imagem de NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA, dos dias 22 à 24 de Julho. A acolhida da imagem será no dia 22/07, às 17hs30min com os Cavaleiros que estarão esperando a Imagem no Posto de Judivan, onde a mesma estará vindo da cidade do Aguiar, encontrando os fiéis que estarão na Praça da Prefeitura todos seguirão em caminhada luminosa com Maria para a Igreja Matriz onde teremos a Santa Missa. Durante o dia do Sábado teremos visitas a algumas comunidades rurais e nas Capelas nos setores da zona urbana e as 18hs Santa Missa na residência de Luis Carneiro e Severina, em seguida conduziremos a Imagem até a Igreja Matriz. No domingo, oração na Igreja Matriz às 07hs, depois visita a Capela de Nossa Senhora das Graças. Já às 16hs Santa Missa na Igreja Matriz. Após a Celebração Eucarística sairemos em carreata com Maria até a cidade de Coremas. Esta visita faz parte da preparação da grande festa dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

COM A PACIÊNCIA ESGOTADA, VICE PEDE A PRISÃO DA PREFEITA DE IGARACY

O vice-prefeito de IGARACY Aldo Brasileiro Lima, entrou na Justiça com um Mandado de Segurança com pedido liminar visando receber seus subsídios suspenso desde o mês de janeiro por sua Prefeita Constitucional, o que foi prontamente atendido, conforme sentença constante nos autos. 

Na referida sentença, MM. Juíza ordenava que ela efetivasse o pagamento regular dos subsídios do vice-prefeito, até o último dia de cada mês, enquanto perdurasse o seu mandado eletivo, regularizando-se ainda décimo terceiro e férias.  Consta ainda a advertência que em caso de descumprimento poderá ter sua Prisão decretada, conforme prevê o Art. 330 do Código Penal. 

Entretanto, a Senhora Prefeita continua a desafiar a justiça e descumprir a decisão. Advogado Manoel Nouzinho da Silva, que representa o vice-prefeito, tentou de todos meios amigáveis solucionar a questão, tendo inclusive conversado com o Procurador do Município Dr. Marcílio Batista, tudo em vão.  

Pela segunda vez que a Prefeita é notificada para cumprir a ordem judicial. Desta vez a Ilustre Magistrada da Comarca de Piancó determinou a aplicação de uma multa diária no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), em persistindo o descumprimento será decretada sua PRISÃO.

Portal de Igaracy / Por Manoel Nouzinho

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Em apenas quatro meses, Prefeituras e Câmaras contrataram mais de 81 mil "temporários", Igaracy estar entre os que mais contrataram este ano...


As 223 Prefeituras e 223 Câmaras Municipais da Paraíba contrataram, somente nos primeiros quatro meses do ano, 81.456 servidores sem concurso público. São 45.515 pessoas “por excepcional interesse público” e 35.941 prestadores de serviços (pessoas físicas) nos quadros dos municípios, contratados de janeiro a abril deste ano pelas prefeituras e câmaras.
O levantamento foi feito pelo Tribunal de Contas do Estado e disponibilizado ao Ministério Público Eleitoral e à consulta popular.
“É um auxílio à Justiça Eleitoral, além de mais uma de nossas ações rotineiras em favor do controle externo e dos interesses da sociedade”, explicou o presidente em exercício da Corte, conselheiro André Carlo Torres Pontes, ao cabo da expedição de ofício circular aos prefeitos e dirigentes de Câmaras de Vereadores para que se atenham, nesses casos, aos princípios legais. Ele informou que o TCE fará, daqui em diante, a atualização mensal dessas contratações com idêntica exposição no seu Portal, como ocorre a partir de agora.
“Torna-se imprescindível que o administrador verifique com cautela o preenchimento de requisitos previstos em lei para que possa fazer uso dessa modalidade excepcional de contratação, sob pena de ofensa à Carta Magna que estabeleceu o concurso público como regra geral para investidura em cargos, empregos e funções públicas, podendo implicar, caso contrário, a nulidade de tais atos”, diz o ofício aos gestores municipais.
A contratação temporária já foi reiteradamente considerada inconstitucional pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, quando do julgamento de leis editadas pelos municípios.
O alerta aos prefeitos e presidentes de Câmaras Municipais se deve ao ano eleitoral. Porém pode haver, ainda, a responsabilização por ato de improbidade administrativa quando do exame da prestação anual de contas desses gestores ao TCE.

Fonte Assessoria

 

Relembre a matéria do nosso blog, publicada dias atrás:

http://hugoigaracy.blogspot.com.br/2016/05/numero-de-funcionarios-contratados-e.html 

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Número de funcionários contratados e comissionados disparam em Igaracy neste ano de eleição



O número de funcionários contratados e comissionadas da prefeitura de Igaracy, vem subindo mês a mês neste ano de eleição. Para se ter uma ideia, no mês de janeiro a folha de pagamento dos funcionários era de R$ 568.110,25 com 403 funcionários, já em março apenas dois meses depois o valor da folha chegou a R$ 644.669,35, com 477 funcionários. Um aumento de 74 funcionários que somam juntos um acréscimo de R$ 76.559,10 nas folhas da pagamento.
Em pouco mais de dois meses houve uma aumento na folha de comissionados que saiu de 59 para 88, e outro aumento na folha de contratados que foi de 16 para 61.
Espera-se para os meses de abril, maio e junho que essa folha de pagamento ultrapasse o valor de R$ 700 mil reais, o que torne-se inviável a manutenção da boa administração. Já que, além deste valor o município tem que pagar mensalmente o INSS que chega a ser 22%, em número ultrapassam a casa de R$ 140 mil reais por mês passa a previdência social. Além de ser alvo de possível favorecimento eleitoral com ações judiciais, a inclusão de tantos nomes nas folhas de pagamentos da prefeitura de Igaracy não ajuda a população, pelo contrário atrapalha os funcionários efetivos e até mesmos aqueles contratos que trabalham e produzem de verdade.
Somando em março a folha total de funcionários, mais o valor do INSS já chagamos ao valor de quase R$ 785 mil reais.
A população e a justiça tem que tomar conhecimento deste descaso com a administração pública.

 

sábado, 2 de julho de 2016

Eleições 2016: Gestores estão proibidos de demitir ou contratar a partir deste sábado

Por: Blog do Gordinho

calendario-tre
A partir deste sábado (2), os agentes públicos que irão disputar cargos eletivos nas eleições de outubro estão vedados de demitir ou contratar servidores. Além disso, os gestores estão proibidos de autorizar publicidade institucional, de acordo com o calendário eleitoral.

Hoje, também está proibida a realização de inaugurações e contratação de showsartísticos pagos com recursos públicos.
Os gestores não podem, segundo a legislação eleitoral, realizar transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios e dos estados aos municípios, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviço em andamento e com cronograma prefixado e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública.
Confira as vedações prevista no calendário eleitoral a partir de hoje:
(3 meses)
Data a partir da qual são vedadas aos agentes públicos as seguintes condutas (Lei nº 9.504/1997, art. 73, incisos V e VI, alínea a):
nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, ex officio, remover, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os casos de:
nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança;
nomeação para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da Presidência da República;
nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até 2 de julho de 2016;
nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo;
transferência ou remoção ex officio de militares, de policiais civis e de agentes penitenciários;
realizar transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios e dos estados aos municípios, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviço em andamento e com cronograma prefixado e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública.
Data a partir da qual é vedado aos agentes públicos das esferas administrativas cujos cargos estejam em disputa na eleição (Lei nº 9.504/1997, art. 73, inciso VI, alíneas b e c, e § 3º):
com exceção da propaganda de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado, autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos municipais ou das respectivas entidades da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral;
fazer pronunciamento em cadeia de rádio e de televisão, fora do horário eleitoral gratuito, salvo quando, a critério da Justiça Eleitoral, tratar-se de matéria urgente, relevante e característica das funções de governo.
Data a partir da qual é vedada, na realização de inaugurações, a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos (Lei nº 9.504/1997, art. 75).
Data a partir da qual é vedado a qualquer candidato comparecer a inaugurações de obras públicas (Lei nº 9.504/1997, art. 77).
Data a partir da qual órgãos e entidades da administração pública direta e indireta poderão, quando solicitados, em casos específicos e de forma motivada, pelos tribunais eleitorais, ceder funcionários à Justiça Eleitoral (Lei nº 9.504/1997, art. 94-A, inciso II).

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Candidatos têm até hoje para participar de inaugurações, e propaganda política passa a ser vedada

Por: Blog do Gordinho

calendario-treOs candidatos que irão disputar mandatos de prefeito ou vereador nas eleições deste ano têm até hoje para participar de inaugurações de obras públicas, segundo prevê o calendário eleitoral.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), por exemplo, que irá concorrer a reeleição, irá aproveitar seu último dia para participar de inaugurações entregar a Unidade Básica de Saúde do bairro Novo Cruzeiro e o Centro de Parto Normal do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Isea.
Além dele, devem concorrer na Rainha da Borborema, o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e o empresário Arthur Bolinha (PPS).
O  prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que também pleiteará a reeleição,irá participar do sorteio das 776 famílias que serão contempladas com unidades habitacionais no residencial Nice de Oliveira.


Ele deverá disputar a Prefeitura contra os pré-candidatos Cida Ramos (PSB), Manoel Júnior (PMDB), Wilson Filho (PTB), Charliton Machado (PT) e Victor Hugo (PSOL).
O calendário eleitoral ainda prevê que a partir de hoje não será veiculada a propaganda partidária gratuita, nem será permitido nenhum tipo de propaganda política paga no rádio e na televisão.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Prefeito de Itaporanga perde grupão político que causa grande baixa em sua base


O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), anunciou a ruptura com a base do Prefeito Audiberg Alves da cidade de Itaporanga (PB), neste domingo (26). Para o empresário Toim da Loja, que preside a legenda local, o grupo que acaba de anunciar o racha, é composto pelo Vereador Jailson de Zeca , Vavá (Secretário), Franquinho, João Guimarães (Vereador), Salete esposa do ex-vereador Durvan, além dos membros que já eram opositores, o ex-vereador Marcio Rodão, Zé e Arligton Queiroz, Zé Porcino entre outros filiados.

Toim da Loja contou que o racha aconteceu devido algumas atitudes tomadas nos últimos dias por parte do Prefeito. Ele contou ainda que não há mais possibilidade do seu partido apoiar Audiberg em seu projeto de reeleição.

Independente a partir de agora, o PTB local já está sendo procurado pelos grupos de oposição.

O Presidente da Legenda Estadual, Wilson Santiago, se reunirá no próximo final de semana com a executiva municipal para decidir com quem ficará.

Fonte Diamante Online

sábado, 25 de junho de 2016

Prefeita de Igaracy usa festa para fazer palanque eleitoral

A atual prefeita da cidade de Igaracy, Deusaleite Jerônimo Leite, aproveitou as festividades oficial do São João no município, para fazer do palco principal da festa o seu palanque eleitoral.

No ultimo dia 22, o município realizou o São João em praça pública com as bandas Zé de Freitas e Bonde do Brasil, durante a apresentação do cantor Zé de Freitas a atual prefeita subiu no palco e dançou ao som da música “olha eu, olha eu aqui de novo, junto e misturado com o meu povo”, onde diversas vezes durante o show o cantor fazia questão de incluir o nome da prefeita na música que tem um tom político, ato irregular já que ela é publicamente pré-candidata a reeleição nas eleições deste ano.

A oposição deve acionar nos próximos dias o ministério público para que o fato seja analisado e se comprovado o ato irregular, haja punição.

Veja abaixo o vídeo:

video

São João do bairro Padre Aristides foi um sucesso!


Jonas Fotos

É neste domingo, no Igaracy Social Clube


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Papa Francisco nomeia novo bispo que irá comandar Diocese que abrange o Vale do Piancó


O papa Francisco nomeou nesta quarta-feira, 08 de junho, frei Francisco de Sales Alencar Batista, como bispo da diocese Cajazeiras (PB), que abrange a grande parte das paróquias do Vale do Pianxó. Atualmente, ele ocupa a função de secretário geral da Ordem dos Carmelitas, em Roma.
Frei Francisco é natural de Araripina (PE). Nasceu em 17 de abril de 1968. Ingressou na Ordem do Carmo aos 18 anos e, em 1987, no noviciado Carmelita em Camocim de São Félix (PE). A primeira profissão religiosa ocorreu no dia 24 de janeiro de 1988. Cursou filosofia nos Institutos Vicentino, em Curitiba (PR), e Salesiano, em Recife (PE). Já a teologia foi realizada na cidade de Dublin (Irlanda), no Miltown Institute.
Foi ordenado diácono em dezembro de 1994 e presbítero, no dia 25 de novembro de 1995. Na Província Carmelitana Pernambucana atuou como reitor da Basílica do Carmo; administrador da paróquia Nossa Senhora da Piedade; formador do Juniorato; secretário e conselheiro provincial; além de prior provincial, por seis anos (2005 a 2011).
Em 2011, frei Francisco assumiu, em Roma, o ofício de vice-prior do Centro Internacional Santo Alberto. Desde 2014, é secretário geral da Ordem do Carmo, preside a Comissão Internacional para a Liturgia e Oração e é membro da Comissão Internacional de Evangelização e Missão.

Fonte Assessoria

sábado, 4 de junho de 2016

NOTA DE ESCLARECIMENTO AOS ITAPORANGUENSES



A política não é um "faz de contas", isto é, politicagem. Representar o povo exige caráter, humildade, honestidade e sensibilidade. Ser político é um trabalho árduo e requer muita coragem, garra e disposição, não apenas para enfrentar os problemas de uma gestão, mas sobretudo para combater as injustiças que lhe são imputadas, com honradez, determinação e transparência. Para tanto, é preciso prostrar-se como um guerreiro em todas as situações e ir à guerra ciente de que não é apenas a espada, a armadura, o escudo e a lança que fazem o guerreiro, mas, sobretudo, a Paixão e o Espírito de fazer o melhor por aquele povo que ele representa. 

Ao ser eleito, Djaci Brasileiro honrou o mandato que lhe foi concedido pelo povo e atuou como um político verdadeiramente comprometido com os anseios da população itaporanguense. Durante toda sua gestão, agiu com boa fé, responsabilidade e transparência em todos os atos praticados, tendo, inclusive, suas contas aprovadas pelo TCE-PB, como também o convênio o qual esta sendo responsabilizado,  o que atesta sua probidade e boa administração.

No entanto, no ano de 2014, o TCU instaurou um processo, incluindo Djaci Brasileiro na responsabilidade pelo pagamento de um cheque no valor de R$ 68.800,00 (sessenta e oito mil e oitocentos reais) à empresa  América Construções LTDA, referente a um convênio federal entre o Município de Itaporanga e a FUNASA para a construção de casas, cujo procedimento licitatório e contrato administrativo haviam sido feitos na gestão do ex-prefeito Antônio Porcino.

O fato é que, no ano em que iniciou seu mandato, ano de 2009, posteriormente ao mandato do ex-prefeito Antônio Porcino, Djaci realizou o pagamento devidamente autorizado pela FUNASA, após comprovação pelo referido órgão de que as casas estavam concluídas, liberando, portanto, a terceira e última parcela devida à empresa  América Construções LTDA, o que significa dizer que o pagamento foi lícito e feito em conformidade com o parecer da FUNASA. 

Posteriormente, no ano de 2010, a empresa AMÉRICA foi declarada inidônea, ou seja, foi impossibilitada de participar de qualquer procedimento licitatório, tendo sido descoberto ainda que a referida empresa era de “fachada”. 

A partir daí, o TCE-PB abriu um processo e requereu a intimação do ex-prefeito Antônio Porcino para se manifestar sobre a contratação dessa empresa, alegando que a licitação havia sido fraudada e que esta empresa era inidônea para realizar qualquer contrato com a administração pública, o que significava dizer que o procedimento licitatório e a contratação da AMÉRICA foram ilícitas/irregulares.

Como se tratava de convênio federal, o TCE-PB encaminhou o processo para o TCU para tomar as devidas providências. Estando o processo no TCU, Djaci Brasileiro foi notificado para se manifestar sobre o pagamento da última parcela do contrato feito na gestão do ex-prefeito Antônio Porcino, alegando o TCU que ela não deveria ter sido realizada, pois a empresa AMÉRICA era inidônea para contratar com o poder público.
Neste momento, a defesa de Djaci foi protocolada, com todas as provas necessárias para comprovar a regularidade do pagamento e, injustamente, não foi aceita pelo TCU, tendo este órgão declarado a irregularidade das contas apresentadas por Djaci, razão que o impossibilitaria de exercer qualquer cargo público pelos próximos oito anos.

Ocorre que, como já mencionado, Djaci pagou o valor de R$ 68.800,00 (sessenta e oito mil e oitocentos reais) à empresa América Construções LTDA, com a autorização da FUNASA (órgão responsável pelo controle e fiscalização da construção das casas), no ano de 2009, só tendo a empresa AMÉRICA sido declarada inidônea em 2010, ou seja, depois da realização do pagamento, o que significa dizer que o pagamento foi lícito. Se a descoberta da inidoneidade da empresa foi feita em 2010, como poderia Djaci responder por um pagamento que realizou um ano antes?

Como bom gestor e bom pagador, honrador dos compromissos públicos, não lhe restaria outra saída que não fazer o pagamento à empresa AMÉRICA pelos serviços prestados (construção das casas), até porque, como já dito, a FUNASA havia autorizado a liberação da terceira e última parcela do contrato para pagamento da obra.
Sendo assim, fica evidenciada a boa-fé de conduta de Djaci Brasileiro, que não fez nada além de cumprir com as obrigações contratuais. 

Destaque-se que, embora tenha a decisão do TCU alegado a impossibilidade de Djaci exercer qualquer cargo ou função pública pelos próximo oito anos, isso significa que ele não poderá ser candidato. Muito pelo contrário, com a interposição do Recurso de Reconsideração, haverá suspensão de todos os efeitos da decisão do TCU, o que significa dizer que DJACI PERMANECE COMO PRÉ CANDIDATO À PREFEITURA DE ITAPORANGA.

De acordo com Sêneca, “as grandes injustiças só podem ser combatidas com três coisas: silêncio, paciência e tempo". Portanto, vamos aguardar a decisão do TCU, com a certeza de que a decisão será revista, com as bênçãos de Deus e de nossa Mãe Santíssima.


DIRETÓRIO DO PSDB MUNICIPAL