Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Manifestação marca esta nesta quinta-feira (19)

A entrada do Palácio da Redenção, no Centro de João Pessoa, foi o local escolhido pelos aprovados em concurso público para agente penitenciário realizarem uma manifestação, nesta quinta-feira (19), às 10h, pedindo contratações imediatas.

Segundo Clóvis Brasileiro, um dos coordenadores do protesto, é preciso ter uma atitude mais enérgica diante de um Governo que ao invés de dialogar com os concursados, age com truculência. "Não agüentamos mais esperar por algo que nos é de direito. O governo alega que não tem recursos para contratação, mas nomeou mais de 35 mil pessoas. É óbvio que estes empregos são moeda eleitoral", afirmou.

Para ele, é contraditório que o então Governador use o nome de Deus e de Lula em seu guia, sem "Como este homem tem coragem de usar o nome de Deus, se sequer tem a decência de ser, no mínimo, justo; sem ao menos ter compaixão? Como ele tem a coragem de usar o nome de Lula, sem respeitar o trabalhador? Muitos aqui estão desempregados e, na época, fizeram o concurso para tentarem viver melhor", lamentou.

O aprovado no concurso, que no mês de outubro completa 2 anos, Sandro Lima, afirma que não se surpreende com a atitude do Governo. "A segurança pública está um caos e ele (o governador) não se importa. Foi preciso que o Secretário de Segurança suplicasse por aparato e por novos policiais. Um governador que não oferece aumento aos funcionários, que não trata o trabalhador com respeito, não pode surpreender por ser truculento e injusto", declarou.



Fonte: MRP

Nenhum comentário:

Postar um comentário