Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Concerto vai homenagear músicos: Radegundis Feitosa, Roberto Ângelo, Adenilton França e Luiz Benedito mortos em acidente próximo a Itaporanga

Orquestra Sinfônica da Paraíba e Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba se apresentam nesta quinta-feira (12/08), às 20h30 no cine-teatro Bangüê.

As duas maiores orquestras do estado, a Orquestra Sinfônica da Paraíba e a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, vão se unir nesta quinta-feira (12/08) em uma bela homenagem aos músicos Radegundis Feitosa, Roberto Ângelo, Luiz Benedito (ambos de Itaporanga) e Adenilton França, natural de Igaracy, mortos em um trágico acidente ocorrido próximo a Itaporanga, no último dia 1º de julho.
Sob a regência do maestro Luiz Carlos Durier, titular da OSJPB, as duas orquestras dedicam um programa a três de seus mais talentosos músicos, Radegundis, Roberto e Adenilton, e também a Luiz Benedito, pai e tio de outros integrantes da Sinfônica. O concerto acontece no cine-teatro Bangüê, no Espaço Cultural José Lins do Rego, às 20h30, com entrada gratuita.
No programa serão executadas as obras “As Bachianas”, de Villa-Lobos, seguida por “Os Planetas – Júpiter”, de Gustav Holst, “Um americano em Paris”, de George Gershwin, e termina ao som de “Suíte Monette”, do Maestro Duda, uma das favoritas de Radegundis.
Peça para trombone e trompete, “Suíte Monette” terá os solistas Záccaro Feitosa (trompete), sobrinho de Radegundis, e Gilvando Pereira, o “Azeitona” (trombone), ex-aluno do saudoso trombonista.
Dois filhos de Radegundis – Radegundis Tavares, o “Gundinho”, e Ramon Tavares, respectivamente trompista e violinista – participam de todo o concerto, integrando o corpo das duas orquestras.
“É uma homenagem justa e merecida, que reconhece o trabalho que esses músicos notáveis fizeram, todas essas décadas, junto à orquestra”, diz o diretor da Orquestra Sinfônica da Paraíba, Plutarco Elias. “Esses músicos contribuíram, e muito, com a música que está sendo feita hoje na Paraíba”, acrescenta.

Postado por Ricardo Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário