Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Oposições de Nova Olinda se reuniram e debateram sobre novas eleições no município

As oposições da cidade de Nova Olinda se reuniram ontem, dia 2, na residência da ex-vice-prefeita, a médica Vanilda Cazé, para tratar de assuntos como a possibilidade de novas eleições no município. Estiveram presentes à reunião, a candidata a prefeita Maria Ducarmo (PSDB), o candidato a vice, Idácio Souto (PMDB), e o assessor direto do governador José Maranhão, os vereadores de oposição, Dedé de Lula (PP), Gilson e Zé David (ambos PSDB), como também o candidato a vereador Landinho Teotônio e representantes dos partidos PDT e PT.
De acordo com o parecer, assinado pelo então procurador regional eleitoral José Guilherme Ferraz da Costa, há provas consistentes de abuso de poder político, bem como de conduta vedada à agente político em campanha eleitoral, nos termos do artigo 22 da Lei complementar 64/90 e do artigo 73, inciso IV, da Lei 9.504/97.
Durante a campanha, foram apreendidos, na casa da candidata, documentos, cheques, carimbos pertencentes à Prefeitura de Nova Olinda, apesar da candidata Maria Galdino Irmã (DEM), estar afastada do exercício da função de secretária municipal. Para o MPE, os depoimentos das testemunhas, conjugados com as evidências documentais apreendidas no local, comprovam que a candidata se valia da máquina administrativa para atrair simpatizantes para a sua campanha. Fonte: blog do Ricardo Pereira.
Segundo informações, tanto Ducarmo quanto Idácio estão otimistas para uma possível nova eleição, “Nós já conseguimos muitas adesões, e todos os dias vêm eleitores aderindo ao nosso grupo político, e se estiver novas eleições ganharemos com toda certeza”, enfatizou Idácio.
Ainda segundo Idácio Souto, sobre a possibilidade de novas eleições, “tudo indica que as chances de ter novas eleições são grandes e caso isso ocorra Ducarmo entra direto”.
A chapa encabeçada por Ducarmo perdeu as eleições para Daguia por 317 votos de maioria, sendo 1.981 votos de da coligação “Filhos da Terra - Sempre Presentes” e a coligação “Unidos por nova Olinda”, 1.664 votos.
Nova reunião estará marcada para o final de agosto, onde segundo informações, terá novidades sobre novas eleições.
Por: Ary Pinto Ramalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário