Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Paraíba está livre da aftosa, afirma Ministério da Agricultura

Foto em uma das vacinações acompanhas em Igaracy pelo EAC local
A Paraíba está entre os oito estados anunciados neste domingo (18), pelo ministro da Agricultura, Antônio Andrade, como livres da febre aftosa. Nos próximos dias, será assinado o termo que reconhece essa nova propriedade do estado, juntamente com Alagoas, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

O levantamento foi conduzido pelo Ministério da Agricultura e envolveu 68 mil animais em 1,9 mil propriedades, nacionalmente, para poder comprovadar a ausência do vírus da doença. Na Paraíba, o primeiro ciclo de vacinação de 2013 resultou em mais de um milhão de animais imunizados. No entanto, quase 300 mil ainda precisam ser vacinados, de acordo com dados da Defesa Agropecuária estadual.


O segundo ciclo deve ser iniciado em novembro, quando a Defesa espera vacinar todos os animais. A doença é altamente contagiosa e prejudica  principalmente bovinos, bubalinos e suínos. Apesar de não acometer cavalos ou seres humanos, traz grandes prejuízos por dificultar a exportação e diminuir a eficiência da produção.

Segundo o ministério da Agricultura, com a ampliação da zona livre de aftosa, 99% do rebanho nacional (cerca de 205 milhões de cabeças) de bovinos e bubalinos (búfalos) passam a ficar em regiões livres da doença. Mesmo com as mudanças, todos os estados precisam manter o calendário de vacinação contra a doença. Atualmente, Santa Catarina é o único estado considerado livre da febre aftosa sem vacinação.

G1Pb

Nenhum comentário:

Postar um comentário