Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Caiana: Mesmo com o caos enfrentado, a prefeitura não aderiu ao programa “mais médicos”

Redação,
do Radar Sertanejo

Posto médico em péssimas ms condições de funcionamento. 

São José de Caina, município localizado no Vale do Piancó no Alto Sertão da Paraíba, vive o retrato do descaso e abandono na saúde pública. A falta de cuidado com a saúde da população vai desde a falta de estrutura dos postos de atendimento até a falta de profissinais como médicos e enfermeiros. Uma visita nessa sexta-feira (2), feita pela reportagem do Radar Sertanejo comprovou o sofrimento vivido pelos poucos mais de 6.000 habitantes do pequeno município.

A falta de médicos é evidente, durante a reportagem moradores afirmaram que a cidade vive em completo abandono ao ponto de quando um paciente sente qualquer problema  tem que ser levado para outros cidades. Nessa sexta-feira (2),  nos três pontos de atendimentos não havia médicos e nem enfermeiros. A jovem,  Jailma, estava em um dos postos à procura de médicos, mas não encontrou e teve que ir à cidade de Itaporanga a procura de consulta médica.

A reportagem visitou o hospital municipal (foto) e a falta de atendimento médico foi constatada, confirmada por pacientes e denunciada pelo vereador Judivan do Carrapato que afirmou não haver  médico a semana inteira. O secretário de saúde do município, Isidro, diz que o Dr. José Bezerra dá plantões todos os dias, mas  moradores negam. No mesmo dia o médico esteve no hospital, mas só trabalhou pouco menos de duas horas.

O Radar Sertanejo também constatou descaso no PSF 2 que fica localizado na cidade. Na unidade também não havia médicos, apenas uma auxiliar de enfermagem estava de plantão.  Ela afirmou que, Dr. Júnior, é o médico plantonista, mas segundo pacientes ele dificilmente aparece para trabalhar.

Além da falta de profissionais, o posto apresenta uma estrutura precária, paredes esburacadas, móveis danificados. Um completo abandono. Sem ter condições de atender pacientes, a única funcionária da unidade resolve fechar as portas mais cedo, eram pouco mais de 10h da manhã da sexta-feira (2) e  o Posto já estava com as portas fechadas. Mesmo diante da situação, o secretário municipal da saúde disse que o município não aderiu ao programa “Mais médicos.”

Segundo o vereador Judivan, o prefeito, José Walter Marinho Marsicano Junior (PMDB), não mora na cidade e não se preocupa com a situação vivida pela população de São José de Caiana. O Radar Sertanejo foi até o gabinete do prefeito, mas ele não quis  receber a reportagem.

Um comentário:

  1. e infelismente .
    caiana vivem um momente de abandono.

    ResponderExcluir