Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Acusados da morte da vereadora de Aguiar serão julgados na próxima quarta em Campina Grande

Duas pessoas, entre elas um policial militar, acusadas da morte da vereadora e secretária de Finanças da Prefeitura de Aguiar, Aila Maria de Lacerda dos Santos, ocorrida em abril de 2003, irão a júri popular na próxima quarta-feira (21), no 2º Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande.

A sessão de julgamento terá início a partir das 9h e será presidida pelo juiz Falkandre de Sousa Queiroz.

José Alberto Leite Ramalho, professor, e o policial militar, Alexandre Magno Feliciano de Oliveira, que respondem em liberdade, foram denunciados pelo Ministério Público Estadual.

O processo pertence à Comarca de Piancó, mas pela repercussão do caso e por questões de segurança, o promotor de Justiça Osvaldo Lopes Barbosa solicitou o desaforamento do feito para que o júri seja realizado em Campina Grande.

Consta da denúncia que no dia 24 de abril de 2003, por volta das 6h30, na estrada que dá acesso ao Sítio Abóbora, no município de Aguiar, a vereadora Aila Maria de Lacerda, quando saia de sua propriedade na garupa de uma moto, foi assassinada por um grupo de homens armados.



Fonte: Célio Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário