Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

EMISSÁRIO VOLTA FRUSTRADO DA conversa com pré-candidato tucano

O ato não precisa ser publicado no Diário Oficial do Estado, mas o governador Ricardo Coutinho (PSB) nomeou assessores ligados ao tucano Cássio Cunha Lima para conversar com ele. O objetivo é tentar removê-lo da decisão de concorrer à sucessão governamental em 2014.
Segundo informações repassadas ao blog, o primeiro emissário do Palácio da Redenção retornou com a seguinte resposta: “Tem jeito não, governador; ele (Cássio) está mesmo decidido”. O outro, ainda não arriscou conversar com o tucano. As declarações de CCL em Guarabira fez tremer a base do governo “socialista”.
Até o governador arriscou conversar com o tucano, mas levou um “rolezinho” na semana passada. Cássio preferiu ir ao encontro do presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira – vice-prefeito de João Pessoa.
“Governador, tem jeito não; é melhor desistir e vamos montar uma nova estratégia para o embate que será difícil para nós, para ele (Cássio) e também Veneziano (Vital)”. Essa opinião, RC teria ouvido de um corajoso assessor.
O Palácio já tinha uma estratégia montada, que seria jogar no asfalto a informação de um suposto dossiê contra o tucano Cássio Cunha Lima. Mas foi abortado a pretexto de que tornaria o senador do PSDB novamente “vítima”.
Então, recomendou-se deixar a poeira sentar e começar tudo do zero a partir do momento em que o senador tucano lançar a candidatura ao governo.

Marcone Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário