Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Tributo a um Líder Comunista



O dia 21 de janeiro é uma data marcante na História da classe trabalhadora e seu movimento comunista em todo o mundo, pois há exatos 90 anos, em 1924, falecia o maior líder do movimento comunista da época. O camarada, comunista-revolucionário, Vladimir Ilich Lênin. Contudo suas ideias estão mais vivas do que nunca, pois suas contribuições ao marxismo foram tamanhas que esse comunista-revolucionário é o principal guia que temos para analisar a dinâmica da sociedade, isto é, o modo em que se dá seu movimento político, econômico e social, e de qual forma os comunistas e trabalhadores devem estabelecer sua ação revolucionária para acabar o poder dos ricos(o Estado burguês) e construir o poder dos trabalhadores(o Estado Socialista). E isso é possível.
“Os inimigos do povo trabalhador, os latifundiários e capitalistas, dizem que os operários e camponeses não podem viver sem eles. ‘Não fosse por nós’, dizem eles, ‘não haveria quem mantivesse a ordem, quem lhes desse trabalho e quem obrigasse as pessoas a trabalhar. Não fosse por nós, tudo entraria em colapso, e o estado cairia aos pedaços(...)’.
Mas este tipo de conversa dos latifundiários e capitalistas não vai confundir, intimidar ou enganar os operários e camponeses(...). Os operários e camponeses devem e vão provar que podem distribuir o trabalho corretamente, estabelecer uma disciplina devotada e garantir a lealdade ao trabalho para o bem comum e podem fazer isso por si mesmo, sem os latifundiários e apesar deles, sem os capitalistas e apesar deles.
A disciplina operária, o entusiasmo pelo trabalho, a disposição ao auto-sacrifício, a aliança estreita entre os camponeses e os operários – isto é que vai salvar os trabalhadores da opressão dos latifundiários e capitalistas para sempre”, disse Lênin em um pronunciamento aos trabalhadores russos. Para isso faz-se necessário, como indica um dos princípios do marxismo-leninismo, que “na sua luta pelo poder a classe operária não tem outra arma que a sua organização”(Lênin), o Partido Comunista.
O camarada Lênin, pensador genial, digno continuador da obra de Marx e Engels, fundador do Partido Comunista Bolchevique da União Soviética(PCUS), mas que tantas vezes foi acusado de dogmático e ortodoxo no marxismo, foi quem de fato fez(dirigiu), junto com os trabalhadores russos, a Grande Revolução Socialista de Outubro de 1917, construído o primeiro Estado Socialista dos operários e camponeses e dirigente dos trabalhadores de todo o mundo.




Marco Maciel Dias e Costa – militante do PCB, Físico e Estudante de Medicina
José Felipe Lacerda – Estudante do Ensino Médio na Escola Joselita Brasileiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário