Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Cícero Lucena contrariou 14 prefeitos do Vale do Piancó e deixa a entender união com Maranhão

Apesar de ser a ultima coisa que Cássio Cunha Lima queria ver na política do estado, a aproximação de Cícero Lucena e Zé Maranhão aumenta a cada dia.
O senador Cícero Lucena autorizou a designação de uma comissão provisória do diretório municipal do PSDB em Nova Olinda. Ele contrariou 14 prefeitos (dos 20) da região do Vale do Piancó, que, por documento, pediram que essa renovação não fosse feita, já que a presidente, Maria do Carmo, candidata derrotada à prefeita nas eleições municipais, em 2008, hoje é aliada do atual governador José Maranhão (PMDB).
Maria do Carmo, teve como vice na sua chapa em 2008 um dos maiores aliados políticos do governador aqui no vale, o Jornalista Idácio Souto (PMDB), chapa esta que deverá se manter para a disputa das próximas eleições em 13 de dezembro.
Uma das poucas cidades do estado, ou a única onde se ver PSDB e PMDB andando juntos, Nova Olinda deve ser a porta de entrada de para uma união entre Cícero Lucena e Zé Maranhão, confirmado assim o que já se comentou por alguns sites e blogs do estado, onde Lauremília (esposa de Cícero) ficaria com a vaga de vice na chapa de Zé Maranhão ao governo do estado.
O que mais me chama a atenção na corrida pelas eleições de 2010 é que dois velhos aliados, estariam em lados opostos na disputa pelo governo do estado, Cássio apoiando um dos maiores inimigos políticos de Cícero, o Prefeito da Capital Ricardo Coutinho e Cícero de braços dados com a maior desavença dos Cunha Lima, o governador Zé Maranhão.
Voltando para Nova Olinda, João Raimundo (pai de Da Guia - DEM, Prefeita Cassada) e considerado o maior líder político da cidade, ligado ao ex-governador Cássio Cunha Lima, disse que com essa designação da provisória do PSDB, ele não apresentará candidato para a disputa municipal (em 13 de dezembro). Com isso, Maria do Carmo seria candidata única.
Fonte: Ricardo Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário