Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Apagão, aqui na Paraíba não!


Até março do próximo ano, a Paraíba deverá ganhar uma usina de energia termo-solar. Em seguida, está prevista a implantação de outra de energia eólica. Nos próximos 15 dias, o Governo do Estado deverá assinar protocolo de intenções com as empresas Enerbrax (SP) e AMDA Energia (Zaragosa-Espanha), que pretendem instalar o empreendimento no município de Coremas.

Os representantes das empresas, que pertencem à joint venture da Ibero Brasileira Power Company S.A., manifestaram o interesse de investir na Paraíba durante audiência com o governador José Maranhão, no final da tarde desta terça-feira (17). A audiência contou com a presença do presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba – Cinep, João Laércio Fernandes, que comemorou a atração do investimento para o Estado, que, conforme comentou, produzirá energia limpa e ecológica.

O diretor executivo da Enerbrax, Helcio Camarinha, ao sair da audiência, manifestou otimismo com relação à instalação do empreendimento, destacando que a empresa está encontrando grande apoio para execução do projeto. Ele adiantou que a usina termo-solar será instalada até março, dependendo da regulamentação de toda a documentação. O investimento inicial é de R$ 500 milhões. Na fase de implementação, serão gerados 1.500 empregos e depois 500 empregos diretos. Já a usina de energia eólica representará um investimento de R$ 800 milhões.

Camarinha ressaltou que o município de Coremas foi escolhido porque possui uma incidência solar igual ou superior ao deserto de Mojave, na Califórnia, onde a empresa possui projetos que geram 5 mil megawatts de energia. Ele observou que a instalação do projeto na Paraíba vai trazer uma nova opção as termo-nucleares, emprego e fomento de novas atividades econômicas.

Além da produção de energia, a usina termo-nuclear também vai produzir vegetais com aplicação fitoterápicos para indústria de cosmético. Tudo isso com respeito ao meio ambiente.
paraiba.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário