Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 26 de junho de 2014

De uma só vez, Cartaxo traiu Agra, Roseana, Nonato, Bira, Urquiza e o eleitorado de João Pessoa

cartaxo nonato agra
Não foi para ver Luciano Cartaxo se aliando com Ricardo Coutinho que o vereador Bira, Nonato Bandeira, Urquiza e Luciano Agra protagonizaram um dos maiores rompimentos na política paraibana. Se ambos pudessem prever o futuro, teriam apoiado a candidatura de Nonato Bandeira ou qualquer outro nome que hoje não viesse pedir arrego ao governador.
Cartaxo tem suas qualidades e construiu uma carreira política de sucesso, mas foi eleito prefeito graças ao sentimento de revanchismo do eleitor pessoense, que queria votar em Luciano Agra, mas teve seu desejo castrado pelo autoritarismo do governador Ricardo Coutinho. Com o apoio de Agra e da “grandiosa” estrutura da Prefeitura de João Pessoa, Cartaxo foi oportunista e surfou na onda do anti-ricardismo, canalizando assim um sentimento que se converteu em votos.
No entanto, o medo de enfrentar Ricardo Coutinho na disputa pela prefeitura, em 2016, cegou o prefeito Luciano Cartaxo, que nesta segunda-feira (26) não traiu apenas seus correligionários, mas sim todo um eleitorado que votou no PT para derrotar a arrogância e o autoritarismo de um rei que pensou ser dono da Paraíba.
Cartaxo traiu a confiança de toda uma cidade e no futuro próximo vai sentir as consequências.
E assim João Pessoa vai conhecendo a verdadeira face de Cartaxo…

blogdokardec

Nenhum comentário:

Postar um comentário