Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

domingo, 28 de abril de 2013

Mais de um ano para as eleições, RC já está com campanha nas ruas

Agora não tem mais jeito. O governador Ricardo Coutinho antecipou a campanha eleitoral e não se fala em outro assunto: eleição, eleição… Eleição! 2013, ano que seria para tratar de questões administrativas já era. O assunto predominante é quem vai compor o palanque do candidato a reeleição.
O “socialista” conduz a própria campanha como se andasse de bicicleta. Foi à calçada um ano e meio antes do tempo. Agora, num pique desenfreado, não dá mais para parar. Pode cair. Por isso, Ricardo observa os críticos com olhos de desprezo. Quanto aos aliados, a exemplo do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), pouco está importando se vai estar em seu palanque.
Sobre Cássio, diz-se que o governador pronuncia assim: Ah, o senador do PSDB! Entre quatro paredes. É claro. No começo de semana pôs-se a pedalar pelo Agreste da Paraíba. Prometeu a reconstrução da Barragem de Camará. Criticou antecessores seus, declarando que “eles deveriam ter feito a obra”.
Epa! Sobrou novamente para o ex-governador Cássio Cunha Lima. Não tem jeito, é sempre assim. Quando pode, RC está espetando seu provável adversário da campanha do ano que vem.
Ouviu o que não queria do deputado estadual Raniery Paulino (PMDB), que lhe mordeu a orelha. “Foi dinheiro desviado, Foi dinheiro desviado…”. Proclamou o líder da bancada peemedebista, que matou a cobra e mostrou o pau: “o dinheiro do empréstimo do BNDES que seria destinado a obra da barragem foi parar no Centro de Convenções”.
Besteira! O governador não quer saber de obra ou se o dinheiro foi desviado de um canto pra outra. Para o “socialista”, o que importa é voto é disso que ele está atrás nas pedaladas pelo interior do Estado. Anda superprotegido. Aumentou sua segurança e chega aos locais de carro blindado.

Marcone Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário