Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

terça-feira, 30 de abril de 2013

AS VÍTIMAS DA SECA CLAMAM POR CESTAS BÁSICAS

Apesar de estar chovendo no Vale do Piancó, sertão paraibano, as consequências da seca irão perdurar por muito tempo, deixando os sertanejos em situação de penúria.  Como é notório, não houve colheita e o rebanho foi dizimado em mais de 50%.
E neste ano, mais uma vez, apesar das  chuvas, não há não haverá colheita, pois nada foi plantado até agora, devido,segundo os agricultores,o inverno chegar tarde demais. Consequentemente, muitas famílias não terão alimentos para sua subsistência.
Diante desse quadro crítico, é preciso que o governo estadual e federal venha em socorro dos agricultores, com o envio de cestas básicas. Afinal, quem está com fome não pode esperar. É questão de URGÊNCIA.
Por onde passo,muitas famílias lamentam,dizendo-me que a sua situação é de aflição, desolação, apesar dos programas sociais do governo federal.
Senhores governantes, enviem, com urgência (repito), comida para nossos sofridos sertanejos.

Padre Djacy Brasileiro, em 29 de abril de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário