Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

terça-feira, 16 de abril de 2013

Após fusão com o PPS, o PMN Nacional quer manter Lídia Moura na presidência da nova sigla na PB; pode ocorrer o mesmo em Itaporanga...

Hugo Carneiro, Lídio Carneiro e Ricardo Pereira em encontro na cidade de Itaporanga
O surgimento de mais um fato pode surpreender o cenário político na Paraíba, a partir da fusão do PPS com o PMN, acertado no último sábado (13) e programada para ser oficializada na próxima quinta-feira (18). É que no acordo concebido lá em Brasília, a presidente nacional do PMN, Telma Ribeiro (SP), quando discutia sobre o comando da nova legenda pelos estados reivindicou a Paraíba par o seu grupo político. 
Com isso, a atual presidente do PMN na Paraíba, a jornalista Lídia Moura [ex-chefe de Gabinete do então prefeito Veneziano, mas hoje aliada do prefeito Romero Rodrigues] é quem deve ser a presidente estadual da nova legenda na Paraíba. Ou seja, nem Gilma Germano [atual presidente estadual do PPS], nem Nonato Bandeira, atual vice-prefeito de João Pessoa e que desejava comandar o partido na Paraíba.
Essa articulação faz parte das concessões que teriam entrado nas composições entre o PPS e o PMN. E, ato contínuo, Lídia Moura entende que com a criação da nova sigla deve resguardar o comando de seu grupo político em municípios estratégicos, por esses já dispor de diretórios formados há tempos.
É o caso de Itaporanga, onde o PMN é controlado pelo grupo político liderado pelo jornalista Ricardo Pereira e o PPS tem na presidência municipal o ex-vereador Herculano e, mais recentemente, recebeu a filiação do ex-prefeito Antônio Porcino e seu grupo. Herculano vinha levantando lanças para evitar perder o comando municipal para Porcino. Entretanto, com a ascensão da jornalista Lídia Moura ao comando estadual da nova legenda, o comando municipal em Itaporanga tem forte inclinação para permanecer sob controle de Ricardo Pereira, que já trabalha projeto no Vale do Piancó sob orientação de Lídia.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário