Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Rosas descarta união com PMDB, e de quebra revela que PMDB ofereceria 2014 a RC

O vice-presidente do PSB na Paraíba Edvaldo Rosas descarta hoje, união com o PMDB e revelou um acordo que estaria sendo traçado pelo PMDB para oferecer uma candidatura única a Ricardo Coutinho em 2014.
“O PMDB da Paraíba praticamente nos colocou na oposição, quando rasgou compromissos da campanha de 2006 e passou a intervir em nosso partido, atacando nossa maior liderança, o prefeito Ricardo Coutinho. Esses que estão tentando recompor-se com a gente foram os mesmos que pensavam que o PSB se curvaria ao coronel que está instalado no Palácio da Redenção. Deixaram o partido, viram a besteira que fizeram e agora estão arrependidos querendo Ricardo de volta, tudo por causa das pesquisas que nos colocam à frente para governar esse Estado a partir de 2011”, afirmou Edvaldo Rosas.
Segundo o vice-presidente do PSB, várias ofertas já foram feitas para os socialistas no sentido de compor uma chapa com o PMDB em 2010, até dando a garantia de que Ricardo Coutinho seria o candidato único desse bloco ao Governo em 2014.
“Não estamos interessados em negociatas. O que nos move é o sentimento de mudar o mundo, começando pela nossa cidade, onde já fizemos as mudanças que o povo exigia e agora será a vez do Estado, onde faremos uma frente ampla de partidos respaldada em um projeto de desenvolvimento sustentável e contra o totalitarismo instalado no Palácio da Redenção, que quer dominar os partidos políticos, entidades da sociedade civil, os movimentos sociais, o judiciário, a Assembléia Legislativa, a imprensa e até algumas igrejas. Vamos reagir”, conclamou Edvaldo Rosas.
Fonte: WSCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário