Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

PONTO DO BOI MORTO: URGÊNCIA, URGÊNCIA!


Pelo o amor de Deus, que mistério é esse? O que está por trás dessa lentidão na execução dessa tão sonhada ponte? Por que tanta lentidão? Por que isso?

Hoje, dia 09 do corrente mês, às 08h30minh da manhã, estive no canteiro de obra e pude ver que ,de fato,estão trabalhando,o trabalho está indo.Estão executando a obra. Porém, pude analisar o seguinte:

1- Contei 15 operários trabalhando. Agora pergunto: para uma obra tão grande, uma ponte de 80metros, não é pouco o número de operários? ;

2- O inverno já se aproxima, e se acontecer uma cheia tudo irá de água abaixo. Então, por que não acelera essa obra, colocando uns cinqüenta homens na execução desse trabalho?;

3- Estamos caminhando para o final de dezembro e, nem sequer, as colunas foram concluídas.

4- Por que a empresa não coloca todo seu contingente para a execução dessa obra? Por que não acelerar?

5- Na minha ignorância de engenharia, digo sem medo de errar: se não aumentarem o número de operários para acelerar essa obra, vai vir o inverno, o riacho, que afinal é muito “brabo” vai tomar água e vai levar tudo que encontrar pela frente,deixando o rastro da bagaceira.Quem viver, verá!

A pergunta que não quer calar: por que tanta pressa na construção do aeroporto de Cajazeiras e tanta lentidão na execução dessa ponte?

Qual mais importante nesta hora para o povo, a construção do aeroporto, ou a ponte do boi morto, que vai impedir que milhares de pessoas vivam um verdadeiro horror, uma verdadeira aflição, no próximo inverno?

Não sou profeta de mau agouro, sou realista!

Queremos pressa!

Santa Cruz, Pb-09 de dezembro de 2009.



Padre Djacy Brasileiro, na luta pela vida do povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário