Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

MAIS UM ANO SEM FÁTIMA CHAVES, o grito dos pobres abafado!

Amado Pai, Filhos, irmão e parentes,

Já são quase 3 da manhã e resolvi por força não do destino, mais por reconhecimento e amor fraterno a minha grande e inesquecível Fátima Chaves, escrever estas poucas palavras:
A triste partida de Fátima, naquela manhã de sexta Feira do dia 02 de dezembro de 2006, não somente morria a Mãe dos Pobres e excluídos que muitas vezes encontrava na sua coragem o sentido pela vida e pela luta de cada dia. Mais morria um sentimento de abandono e desrespeito aos pobres e humilhados desta nossa sociedade de Igaracy. Quem não se lembra dos mutirões de arrecadação e das tantas crianças salvas pela insistência de Maria, que desafiava os doutores, os poderosos os políticos para salvar vidas, quantas crianças foram ajudadas pelas mãos pecadoras de Maria, mulher que sofrendo muito durante seu pouco tempo aqui na Terra, para criar e educar seus filhos sem a presença física de imagem de José, soube exercer diversos papeis na sociedade deixando na historia de nossos povos suas marcas de ousadia e benevolências. Que pena, que Maria se foi e seu grito ficou abafado nos rostos de tantas crianças e adolescentes que tinham nela a benção e o cuidado pelos filhos que não são frutos de suas entranhas. É triste olhar para os Movimentos Sociais e a Pastoral da Criança hoje, nem parece que Maria liderou e ensinou tanto aos que vieram depois nesta luta infinita. Outra tristeza que hoje me faz acordar para relembrar e trazer a memória é que mesmo fazendo tanto pelos pobres estes muitas vezes esquecer com a maior naturalidade que Foi Maria, na luta de tantas famílias que gritava e gemiam em partos de fome de comida e justiça social. Esquece-se muito rápido de quem fez pela defesa da Vida!
Eu, o que dizer hoje a vocês Pai, Filhos, Irmãos e Parentes de Maria: que as mais fascinantes experiências de caridade, de ajuda ao próximo eu aprendi com Maria. Que para mim deixou exemplos de Mulher forte, lutadora e solidaria. Aos amados filhos: sigam os passos trançados por ela em vida e vocês colherão bons frutos.
A Ti minha amada amiga, resta aqui fazer-te uma prece: Olhe por nós e cuide das nossas lutas! E um dia nos encontraremos na eternidade!

Esta Maria foi, Maria de Fátima Chaves de Lima.
Descanse em Paz!


Saudades Eternas!
Ival Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário