Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

PSB admite união com PMDB, mas condiciona composição à candidatura de RC ao governo em 2010

O Secretário de Organização Política do PSB, Alexandre Urquiza, em entrevista ao portal PB Agora admitiu que existe a possibilidade de recomposição com o PMDB desde que a sigla apóie o projeto do PSB que é eleger Ricardo Coutinho governador nas eleições de 2010.

Alexandre afirmou que o Partido Socialista Brasileiro tem um projeto consolidado para a Paraíba que consiste nas mudanças das práticas políticas adotadas, nas ações de intervenção e na provocação da participação popular. “Todas as ações aplicadas em João Pessoa serão estendidas para a Paraíba”, completa.

Sobre as declarações do deputado Manoel Junior que afirmou acreditar na recomposição entre PSB e PMDB, Urquiza definiu como apenas um jogo de cena do parlamentar e não crê nas declarações de alguém que ao deixar a legenda para ingressar em outra criticou bastante o PSB.

Urquiza garantiu que independente da quantidade de candidaturas que a Paraíba registre no pleito em 2010 o PSB tem um candidato e um projeto denominado Ricardo Coutinho.

Diante das declarações dos peemedebistas, o verador Bira (PSB), por sua vez, ressaltou que embora os adversários acreditem em recomposição, o PSB já tem o projeto e o candidato. Conforme o vereador, os partidos que almejarem compor com o PSB deverão também aderir ao projeto do PSB em 2010, que é Ricardo Coutinho no governo.

Milena Feitosa/PBAgora

Nenhum comentário:

Postar um comentário