Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sábado, 30 de maio de 2009

A lá JK, Ricardo Coutinho diz em CG que quer unir forças para fazer a PB evoluir 40 anos em apenas 4

O prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), foi a principal atração do Encontro estadual do PTB, em Campina Grande. Em seu discurso, ele defendeu a tese de que a Paraiba precisa urgente de um novo projeto para gerar pólo de desenvolvimento. Ele comparou ao Rio Grande do Norte, que tem superado economicamente o estado e disse que era precisa acabar o tempo de perseguição política.
Ricardo disse que quer fazer parte do projeto de mudanças na Paraíba. O socialista ressaltou que quer unir as forças para fazer na Paraíba à evolução de 40 (número do partido do prefeito) anos em apenas 4. Uma frase que muito lembra Juscelino Kubitschek. Para quem conhece, é difícil esquecer o lema da campanha à Presidência de JK. "Pegajoso", como se costuma dizer, o slogan representava o desenvolvimento que o Brasil teria sob a condução do político, então governador de Minas Gerais - estado que, sob seu comando, havia alcançado invejáveis índices de crescimento. A estrutura que estava por trás da famosa frase, no entanto, era muito mais complexa do que a sua composição.
O prefeito revelou que, em algumas das conversas com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem ouvido o depoimento de que não tem vindo à Paraiba por conta da crise política entre as lideranças estaduais (leia-se Cássio e Maranhão).Ricardo foi chamado por Gilvan Freire para compor a mesa e ao ser aplaudido foi classificado como candidato de Cássio ao governo em 2010. “Campina já sabe que Ricardo é o candidato de Cássio”, disse Freire. Coutinho dividiu a mesa com Tavinho Santos, Armando Abílio, Gilvan Freire e Ivandro Cunha Lima, tio de Cássio.Além do Ivandro, o presidente do PSDB em Campina Grande, José Marques, prestigiou o evento do PTB. Marques chegou a defender a tese levantado por Ricardo de união forças nas eleições estaduais de 2010 em prol do desenvolvimento da Paraíba.O presidente do partido, Armando Abílio, voltou a defender a chapa Ricardo para o governo, mais Cássio e Luiz Couto no Senado, mas com a vice do PTB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário