Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Armando Abílio diz não descartar possibilidade em disputar prefeitura municipal de Diamante

Derrotado nas últimas eleições na Paraíba, o presidente estadual do Partido Trabalhista Brasileiro - PTB -, deputado federal Armando Abílio Vieira, afirmou a hl.com, que, não descarta a possibilidade de disputar a prefeitura municipal de Diamante, sua terra natal.

Adiantando que não há espaço para sentimento de derrota, apesar do mal desempenho do partido, o parlamentar disse, embora não tenha conseguido se reeleger, continuará debatendo os problemas da Paraíba e, espera agora, que, as propostas dos candidatos sejam levadas à sério, principalmente as do governador eleito, Ricardo Coutinho (PSB), que prometeu dá um xoque de gestão no estado, disse Abílio.

Ao falar sobre o processo eleitoral deste ano, Armando Abílio afirmou que “foi uma camapnha dos desiguais e de muitas vitórias, sobretudo, permeadas pela falta de ética”. Sobre sua derrota, disse aceitar com tranquilidade, pois, o processo é democrático e a escolha do eleitor é livre. Quanto ao futuro do PTB no estado, disse que espera com tranquilidade qualquer decisão da executiva nacional. Se vier a deixar o comando do partido, deixo com serenidade e nenhuma saudade, alfinetou.

Médico por formação, Armando Abílio afirmou que agora vai procurar se reciclar e voltar a exercer a medicina, afinal foram vinte anos de atividade parlamentar, afirmou.

Armando Abílio Vieira é natural de Diamante, filho de Argemiro Abílio Pegado de Sousa, primeiro prefeito eleito do município. Empresário bem sucedido, foi vice-prefeito do município de Esperança. No parlamento, foi primeiro-vice-presidente da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba.

Eleito deputado federal em 1995, no Congresso Nacional exerceu cargos importantes em algumas comissões, a exemplo da Comissão de Orçamento, de Desenvolvimento Urbano e Interior, de Educação e Cultura, de Seguridade Social e Família, entre outras.

Licenciou-se do mandato de deputado federal na legislatura 2003-2007, para exercer o cargo de Secretário de Trabalho e Ação Social do Estado da Paraíba, no governo Cássio Cunha Lima.



hl.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário