Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Mesquinhez política motiva a saída do cap Campos da 3ª Cia/Itaporanga; A comunidade é quem perde

Que o comando do grupo maranhista em Itaporanga, leia-se Toinho da Loja e Antônio Porcino, é famoso pela perseguição pervesa que praticam quando está no poder isso todo mundo é cansado de saber. No entanto, os atos de perseguição que eles têm praticado desde que Maranhão foi alçado ao Palácio da Redenção, pela porta do lado, tem se transformado em alta impopularidade junto à comunidade, a maior perdedora.
Pois, caros leitores, num instante em que a cidade de Itaporanga e a região do Vale do Piancó observam o valoroso trabalho que vem sendo desenvolvido, apesar das dificuldades, pelo Polícia Militar desde que a 3ª Cia/PM ficou sob o comando do capitão Campos, aplaudido e festejado por todos, eis que os dois (Toinho da Loja e Antônio Porcino) pedem a substituição do oficial, programada para esta sexta-feira (24), para mostrar que mandam na estrutura do estado em Itaporanga.

Uma troca que seria natural se, neste caso, os motivos e autores não fossem do conhecimento geral. É uma pena que isso ocorra justamente com um comando que mostrava trabalho sério, eficaz e eficiente na garantia da paz e tranqüilidade em nossa região. Coisas que o capitão Brandão, sucessor do capitão Campos, poderá conseguir manter. Mas o que está em debate são a mesquinhez e picuinha política revestidas em atos de perseguição, truculência e arrogância política praticados em Itaporanga.

De um canto a outro da cidade o que se vê é insatisfação e repúdio pela atitude tomada. Entre os praças registra-se inteira revolta. Um deles relatava hoje, indignado: “O capitão Campos estava fazendo um trabalho excelente, mas ele sabia que poderia desagradar essas duas figuras. Nós o avisamos. E foi o que aconteceu logo depois de uma ação correta executada pela Polícia Militar. O mais feio em tudo isso, é, ainda, ouvir babões no rádio dizer que essa gente (Toinho da Loja e Antônio Porcino) presta”, disse um policial militar, que é claro, não quis revelar o nome para não ser transferido também.

Porém, essa mesquinhez política de maneira alguma provocou abalos no Oficial, não. Ele tem uma carreira invejável na Polícia Militar: Comandante por quase uma década do Pelotão do Choque do 3º BPM/Patos; Integrante da Força Nacional, inclusive, trouxe para a 3ª Cia/PM até fuzis da Força Nacional para melhor combater a criminalidade; Foi agraciado recentemente com a "Medalha Tiradentes", concedida pela (PMAM) Polícia Militar do Estado do Amazonas. Um jovem oficial que acumula em seu currículo diversos cursos realizados dentro e fora da Instituição, destacando-se na PMPB por suas atitudes e ações.

Ao capitão Campos desejamos toda a sorte e sucesso em sua nova caminhada, assim como, ao capitão Brandão, agora, no comando da 3ª Cia/PM de Itaporanga. Enquanto a mesquinhez política praticada pelo comando do PMDB em Itaporanga é lamentável já que só quem sai perdendo é a comunidade.

Por: Ricardo Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário