Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Governador Ricardo Coutinho se diz vítima de um 'golpe' na Assembleia e já admite ter contas rejeitadas...

O governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou na manhã de hoje (3) querer que todas as suas contas sejam analisadas juntamente com as contas da presidência da Assembléia Legislativa, no mesmo período. O desafio surgiu após os deputados estaduais acompanharem o entendimento do Ministério Público e do relator (TCE) Umberto Porto, que pediram a reprovação das suas contas de 2011. O presidente da Comissão de Orçamento, deputado Raniery Paulino (PMDB) recusa a acusação de "golpe", levantada pelo governador, e diz inexistir desrespeito às regras legais.
"Esse golpe não passa, porque nesse país existe justiça e ela há de prevalecer. Existe também o julgamento do povo. E aqueles que querem simplesmente fazer um cavalho de batalha onde não existe, é bom olhar para os períodos que governaram e que talvez agora estejam esquecidos", alfinetou. O governador disse que a audiência para discutir suas contas de 2011 foi um golpe gestado dentro da Assem "de gente que está morrendo de medo" de enfrentá-lo e a seu projeto político nas urnas. Ele declarou ainda que quer "transparência para acabar com a farsa". 
Raniery argumenta que a Assembléia tem adotado procedimentos com amparo da lei abrigando todas as condições possíveis de defesa do Executivo. "Não existe nada além de cumprir com a lei, que precisa ser respeitada", disse.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário