Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

terça-feira, 5 de março de 2013

Veneziano e Nonato Bandeira se reúnem e pregam união das oposições


O encontro ocorreu em clima de cordialidade, num dos restaurantes de João Pessoa

O ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, pré-candidato ao governo do estado pelo PMDB nas eleições de 2014, se reuniu com o vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira (PPS). Os dois saíram da reunião pregando a união das oposições com vistas ao próximo pleito estadual.
De acordo com assessoria de Veneziano,  o pensamento comum dos dois politicos após o encontro é de que independente do lançamento de candidaturas em 2014, o importante é que as forças de oposição estejam unidas, com o mesmo propósito, para 2014: o de possibilitar à Paraíba aescolha entre o atual modelo administrativo, duramente criticado por todos os segmentos da sociedade organizada; e um novo modelo, pautado no diálogo e no respeito às pessoas e às instituições.

O encontro ocorreu em clima de cordialidade, num dos restaurantes de João Pessoa, e teve aparticipação de Gilson Lira e Carlos Magno, assessores de Veneziano, além do presidente e do vice-presidente da Juventude do PMDB da capital, Rodrigo Neves e Daniel Chianca.

Durante o encontro, Veneziano e Nonato Bandeira fizeram uma análise da atual situação da Paraíba e criticaram o modo como o governador trata questões importantes para o estado. “Hoje a Paraíba sofre com um governo que não dialoga com setores importantes e que tenta impor suas vontades, em detrimento do que espera a sociedade”, afirmou Veneziano.

Nonato Bandeira também citou os problemas de relacionamento do atual governo e destacou a necessidade da mudança. “O que vemos hoje é um governo que não respeita o cidadão e que não ouve a sociedade. Esse é o sentimento geral dos paraibanos neste momento”, disse o vice-prefeito da capital.

Veneziano e Nonato Bandeira tem o mesmo propósito no que se refere a 2014, que é o de umacaminhada conjunta entre as forças oposicionistas, com propósitos iguais. “Independente de haver uma única candidatura de oposição ou mais de uma postulação, o importante neste momento é que tenhamos um discurso único e centrado e é isso o que estamos vivenciando”, afirmou Veneziano.

Nonato Bandeira também destacou a importância desta união de propósitos. Segundo ele, este sentimento, alimentado pelo desejo de mudança dos paraibanos, se estende a todos os partidos que fazem oposição ao atual modelo administrativo do governo estadual.


da Redação (com assessoria)
WSCOM Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário