Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Maranhão nega ter ‘quebrado o Estado’

Depois dos cem dias do Governo Ricardo Coutinho, o ex-governador José Maranhão (PMDB) enfim resolveu responder as acusações do atual governante sobre ter encontrado um Estado quebrado. Iniciando a coletiva pautado nas questões financeiras, Maranhão classificou as acusações de Ricardo Coutinho (PSB) como levianas e irresponsáveis. “Entreguei o Estado em uma situação confortável, com 43% do limite legal de endividamento e isso eu comprovei através dos balancetes apresentados durante a transição do Governo”, assegurou.

Disposto a comprovar tudo o que apresentou através dos balancetes, Maranhao aproveitou a ocasião da coletiva para desafiar qualquer integrante do Governo RC a apresentar números que se choquem com os dados deixados no final do ano passado. “Eu desafio qualquer integrante a divulgar números que se choque com os meus dados. O atual Governo ignora a realidade contratual do Estado”, lamentou, ratificando considerarem levianas e irresponsáveis as acusações do atual gestor. “Se houvesse inadimplência não haveria contratos”, disse,

EXPECTATIVA: munidos de ‘papelada’, ex-secretários do Governo Maranhão III comparecem a coletiva na sede do PMDB; cúpula do partido está presente.

A manhã desta segunda-feira (04) termina quente na política, já que está acontecendo a coletiva de imprensa do PMDB e os ex-secretários do Governo Maranhão comparecem em grande número. Deputados e vereadores também estão presentes para as declarações do ex-governador José Maranhão que chegou 20 minutos atrasado.

Nomes como os ex- secretários: Lena Guimarães, Rooussevelt Vita , José Maria de França, Antônio Fernandes, Marcos Ubiratan, além do vereador Fernando Milanez, prefeito de Patos, Nabor Wanderley e os deputados Benjamim Maranhão, Raniery Paulino, Vituriano, Nilda Gondim e o deputado André Gadelha, líder de oposição na ALPB, estão a companhando a coletiva.


(PBAgora)

Nenhum comentário:

Postar um comentário