Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Cidade de Coremas sedia festival de cinema e artes a partir desta sexta-feira


Os documentários “Travessia”, de Kennel Rógis, e “A Caixa D’água do Sertão”, de Diassis Pires, são a principal atração do 1º Curta Coremas, festival de cinema e arte que começa a movimentar o município de Coremas, no sertão paraibano, a partir desta sexta-feira (8). Até domingo, além do lançamento dos curtas, a cidade terá oficinas e apresentações musicais.

Produzidos através do programa Mais Cultura do Governo Federal, os vídeos têm como tema a relação das pessoas do lugar com o açude da cidade e são fruto do projeto ViAção Paraíba, evento coordenado pelo cineasta paraibano Torquato Joel, que acontece anualmente em municípios do interior paraibano. Os dois novos cineastas são ex-alunos do projeto, realizado em Coremas no ano de 2008.

O documentário “Travessia” narra o cotidiano de três pessoas que estão intimamente ligadas ao açude de Coremas. A ideia é contar um pouco da vida desses moradores de forma poética. “Este curtametragem apresenta-se também como elemento de conscientização sobre a importância de se preservar nosso lugar. O açude é a alma de Coremas, tudo gira em torno do Estevam Marinho. “Travessia” tenta mostrar um pouco da grandiosidade do nosso reservatório”, contou Kennel Rógis, diretor do filme e também coordenador do 1º Curta Coremas.

O outro vídeo lançado no festival, “A Caixa D’água do Sertão”, registra a história da construção do açude, que é considerado um dos maiores do Nordeste brasileiro. O documentário revela o potencial hídrico do sertão nordestino e a história da construção da barragem, através de antigos documentos e relatos de personagens regionais que atuaram na edificação do projeto, considerado na época a maior obra de engenharia brasileira.

“Espero que a obra seja reconhecida pela sua importância histórica e artística, não só para a nossa cidade, mas também de toda a Paraíba. Esse reconhecimento por si só, para mim será motivo de muito orgulho”, disse o diretor Diassis Pires. Os dois documentários têm direção de fotografia de João Carlos Beltrão e trilha sonora da Banda Cabruêra.

Oficinas e shows – O evento conta também com as oficinas de “Atuação”, ministrada pela atriz Marcélia Cartaxo, e de “Linguagem Audiovisual”, pela professora Virgínia Gualberto. Após o lançamento dos filmes, haverá debates sobre cinema e artes e apresentação das bandas “Pulso”, de Coremas, e “Nação Nativa”, de Patos.

Apresentar as produções cinematográficas da Paraíba, instigar a produção artística e cultural dos coremenses, impulsionar o turismo local e contribuir para o desenvolvimento da história, economia, turismo e cultura do município estão entre os objetivos do 1º Curta Coremas.

“Espero que o festival seja estímulo para outras atividades artísticas, fazendo com que o interior participe cada vez mais do movimento cultural paraibano, democratizando o que antes existia apenas nos grandes centros”, afirmou o coordenador do evento, Kennel Rógis.

Mais informações sobre o festival e os filmes que serão lançados podem ser obtidas através dos blogs curtacoremas.blogspot.com, travessiaofilme.blogspot.com e acaixadaguadosertao.blogspot.com.

ViAção Paraíba – O projeto é realizado anualmente em três cidades do interior do Estado, com oficina de cinema ministrada por Torquato Joel, coordenador geral, debates e exibição de curtas metragens nordestinos. Realizado pela UFPB/PRAC-COEX, o ViAção Paraíba é patrocinado pelo Programa BNB de Cultura, com parceria do BNDES e patrocínio do Sebrae-PB e Programa Mais Cultura.

A 7ª edição acontece nos municípios de Umbuzeiro, no período de 10 a 12 de maio; Picuí, 07 a 09 de junho; e Conceição, de 05 a 07 de julho. Alunos das cidades onde o projeto atuou no ano passado serão monitores nesta edição do ViAção Paraíba.

Programação do 1º Curta Coremas

8 de abril - Exibição de curtas na Escola Estadual Nobel Vita

- Divulgação da programação do festival nas escolas da cidade

- Abertura oficial

- Entrega dos certificados do ViAção PB e Grãos de Prata

- Apresentação do grupo de capoeira Badauê

- Apresentação e exibição de curtas metragens paraibanos

Local: Praça Félix Rodrigues Show com Banda Pulso

9 de abril - Oficina de atuação com a atriz e cineasta Marcélia Cartaxo (30 vagas) Local: Prefeitura, sala 1

- Oficina de linguagem audiovisual com a doutora em Letras e bacharel em Comunicação Social Virgínia Gualberto (30 vagas) Local: prefeitura, sala 2.

- Fórum do audiovisual (debate e mostra livre) Local: Câmara Municipal - Lançamento dos curtas-metragens coremenses “Travessia” e “A caixa d’água do sertão” seguido de debate Local: Praça Félix Rodrigues

- Show com Banda Nação Nativa

10 de abril - Continuação das oficinas

- Exibição de curtas nacionais

- Encerramento do festival

Nenhum comentário:

Postar um comentário