Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 23 de junho de 2011

TRF afasta a inelegibilidade de Dinaldo

O ex-deputado Dinaldo Wanderley conseguiu ontem mais uma vitória na luta que trava para retornar a Assembleia Legislativa. O Tribunal Regional Federal, da 5ª Região, suspendeu os efeitos da decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), que impedia o deferimento do registro de sua candidatura. Em janeiro último, ele conseguiu uma liminar da desembargadora Margarida Cantarelli, suspendendo a inelegibilidade.

O caso da candidatura de Dinaldo já tem um voto favorável no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O relator, ministro Gilson Dipp, votou no sentido de deferir provisoriamente o registro da candidatura.

“Enquanto nós tínhamos uma decisão precária, provisória, hoje já se tem uma decisão definitiva com relação ao caso do deputado Dinaldo Wanderley, o que fortalece o pleito dele perante o Tribunal Superior Eleitoral”, afirmou o advogado Edward Johnson, ao comentar a decisão do Tribunal Regional Federal, da 5ª Região.

Ele obteve 26 mil e 800 votos nas eleições de 2010, mas a sua candidatura foi barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa. O motivo teria sido uma condenação da 2ª Câmara do TCU referente a convênios firmados à época em que foi prefeito de Patos.

O processo está pendente de julgamento no TSE devido a um pedido de vista do ministro Henrique Neves. De acordo com a última movimentação, estava programada para o dia de ontem uma audiência de Efraim Morais, representando Dinaldo, com a ministra Nancy Andrighi, para tratar do caso.

Blog Lana Caprina

Nenhum comentário:

Postar um comentário