Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Ministro pede pauta para julgar processo de Dinaldo Wanderley no TSE

O ministro Gilson Lagaro Dipp, relator do recurso n° 452298, impetrado pelo Ministério Público contra o ex-deputado Dinaldo Wanderley (PSDB), pediu pauta para levar o processo para julgamento pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Dinaldo teve o registro de sua candidatura deferido pelo TRE-PB, mas foi impedido de ser diplomado deputado pelo então relator do recurso, o ministro Hamilton Carvalhido, que deu provimento ao recurso ordinário movido pelo Ministério Público Eleitoral.

O tucano concorreu às eleições de 3 de outubro e obteve votação suficiente para ser reeleito deputado.

Wanderley teve sua candidatura indeferida por Carvalhido porque teve as contas referentes à execução dos convênios nº 804421/2004 - FNDE, 800123/2004 - FNDE e 804289/2004 - FNDE e Contrato de Repasse nº 0131635-23/2001 - CEF, julgadas irregulares por decisão definitiva do Tribunal de Contas da União (TCU).

Para o ministro Hamilton Carvalhido, as irregularidades detectadas são insanáveis e configuradoras de ato doloso de improbidade. Em vista disso, ele deu provimento ao recurso ordinário do Ministério Público Eleitoral para cassar o registro de candidatura de Dinaldo Wanderley ao cargo de deputado estadual.



Fonte: clickpb

Nenhum comentário:

Postar um comentário