Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Cantor de Cheiro de Menina é preso durante show no Vale do Piancó

Um show da banda de forró Cheiro de Menina, realizado no último sábado (18) na cidade de Nova Olinda, no Vale do Piancó, acabou com a prisão do vocalista Vicente Nery por desacato a autoridade, resistência à prisão e ato obsceno.

A confusão começou quando a banda já tinha iniciado seu show na cidade. Algumas pessoas percebendo que o cantor estava “enrolando” nas músicas comeram a reclamar. Naquele momento, um senhor que se encontrava bêbado no pé do palco, começou a “dar o dedo” ao cantor e pedir que ele parasse de “enrolar” e cantasse. Outras pessoas também pediam a mesma coisa.

Segundo o comandante do destacamento, cabo Genário, o vocalista não gostando das reclamações e cobranças do bêbado, passou a xinga-ló com vários palavrões durante o decorrer da apresentação da banda.

Naquele momento, a polícia militar foi até o local e retirou o bêbado de perto do palco para evitar mais problemas. Mesmo assim, o vocalista, usando do microfone, continuou xingando-o com palavrões considerados fortes para o público presente que em sua totalidade chegava a mais de 1500 pessoas.

O cabo Genário disse ao CatingueiraOnline que durante o decorrer do show, o cantor ainda continuou falando palavrões, mesmo após a retirada do bêbado.

Em seguida, Vicenty Nery pulou do palco, de aproximadamente quatro metros de altura, com o objetivo, supostamente, de chegar mais próximo do público. Após isto, uma grande quantidade de pessoas, já revoltas com a atitude do vocalista, partiu para agredi-lo.

A polícia militar imediatamente interveio, para que não acontecesse uma tragédia, fez um cordão de isolamento e conduziu o vocalista até um local mais seguro, porém naquele momento, o mesmo passou a ofender os policiais com palavrões e provocando constrangimento aos pm’s. Após vários insultos, a polícia militar deu ordem de prisão ao vocalista por desacato.

Segundo o cabo Genário, os policiais tiveram que usar da força para prender o vocalista, pois o mesmo se encontrava bastante agitado. Vicenty Nery foi preso e encaminhado a delegacia da cidade de Itaporanga onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) se comprometendo a se apresentar à Justiça para esclarecer os fatos. Após pagar uma fiança, ele foi liberado onde responderá judicialmente.


CatingueiraOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário