Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Vieira nega que funcionários tenham recebido dinheiro pelas CNHs

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Detran (Sindttran-PB), o Igaracyense José Silva Vieira, defendeu acreditar que as denúncias feitas pelo órgão nesta quarta-feira (28) não são verdadeiras. Ele se pronunciou em resposta às seis demissões de acusados de envolvimento em um esquema de concessão ilegal de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Vieira disse não ter visto nenhuma prova concreta de que os funcionários tenham participado de atos irregulares e ainda criticou as demissões, dizendo que tudo se trata de uma briga política. “Em 32 anos trabalhando no Detran, nunca viu uma situação como esta. Todos os funcionários vão voltar a trabalhar porque eles vão entrar com processos. É uma vergonha. Isso está desvalorizando os funcionários”, afirmou o sindicalista.

Segundo Vieira, nenhuma das pessoas que prestaram depoimento durante as sindicâncias teria acusado os servidores de receber dinheiro para beneficiar candidatos. Ele também comentou as declarações do superintendente, coronel Américo Uchôa, de que, com a ajuda de autoescolas e funcionários do órgão, pessoas analfabetas teriam conseguido passar nos exames do Detran.

“Não foi comprovado que os candidatos são analfabetos porque todas as provas estão assinadas”, rebateu o presidente do sindicato. Ele acusou a direção do órgão de estar promovendo uma “caça às bruxas”, e ainda se queixou de que os funcionários estariam trabalhando em condições precárias, sem acesso a equipamentos e máquinas.
Por: Paraíba1

Nenhum comentário:

Postar um comentário