Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Ônibus escolar da Prefeitura de Pedra Branca atropela e mata funcionária municipal.


Tragédia no começo da manhã desta sexta-feira, 30, em uma estrada do sítio Saco, município de Pedra Branca.

A funcionária municipal Maria das Graças Barbosa Nazaro, de 53 anos, que residia na localidade rural e seguia para mais um dia de expediente na cidade, foi atropelada e morta.

(Ônibus foi abandonado cem metros depois do local do acidente)

Segundo informações policiais, a mulher trabalhava na limpeza urbana e seguia na garupa da moto do marido e, atrás da motocicleta, trafegava um ônibus escolar da Prefeitura na mesma direção.

Em um trecho da estrada, de acordo com informações preliminares, a moto tombou e a mulher caiu, sendo, imediatamente em seguida, atropelada pelo ônibus, que não conseguiu parar a tempo de evitar o atropelamento. Ela teve a cabeça esmagada pelos pneus do carro.

Mas o esposo da vítima tem outra versão para o acidente: conforme informações dele repassadas ao policiamento de trânsito, foi o ônibus que bateu com a lateral traseira na moto, quando foi fazer a ultrapassagem, e atingiu a mulher, que teve morte imediata.

No entanto, conforme o policial de trânsito que cobriu a ocorrência, o ônibus não apresentava nenhum sinal de colisão, a não ser na parte dianteira, mas, segundo ele, proveniente de um choque anterior.

O motorista do ônibus, Joelino Gomes de Carvalho, 42 anos, que reside na cidade, abandonou o carro cem metros depois do local do acidente e fugiu, temendo represália da família. Depois do trabalho pericial, o corpo será encaminhado para exame cadavérico em Patos.

O acidente deixou a família da vítima desesperada e teve forte repercussão na cidade. Maria das Graças tinha oito filhos, conforme o escrivão de polícia Mãe Velha, que era compadre de Maria. Um inquérito policial será instaurado para apurar o caso.

Fonte: Folha do Vali

Nenhum comentário:

Postar um comentário