Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Itaporanga e Igaracy entre as 22 cidades da Paraíba em risco de epidemia de dengue, sendo Igaracy com o maior índice para ocorrência do surto...

Vinte e duas cidades da Paraíba estão em situação de risco de epidemia de dengue, de acordo com relatório atualizado nesta terça-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) identifica os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor da doença.
A cidade com maior risco, de acordo com o LIRAa, é Igaracy, com índice 12%. Os municípios classificados como de risco apresentam larvas do mosquito em mais de 3,9% dos imóveis pesquisados. É considerado estado de alerta quando menos de 3,9% dos imóveis pesquisados têm larvas do mosquito, e satisfatório quando o índice está abaixo de 1% de larvas do Aedes aegypti.
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que 21 municípios estão em situação de risco para ocorrência de surto (por índice): Veja a lista das cidades em situação de risco de epidemia da dengue na Paraíba: Esperança 4,0 / São Bento 4,0 / Cacimbas 4,1 / Sertãozinho 4,2 / Sousa 4,5 / Cabaceiras 4,6 / Massaranduba 4,6 / Malta 4,7 / São João do Rio do Peixe 4,8 / Zabelê 4,9 / São José dos Ramos 5,3 / Itaporanga 5,6 / Puxinanã 5,7 / Alagoa Grande 5,8 / Barra de Santana 6,6 / Desterro 6,6 / Bom Sucesso 6,7 / Seridó 7,0 / Aroeiras 7,3 / Alagoa Nova 8,1 / Riacho dos Cavalos 10,0  e Igaracy 12,0
“Nesses municípios devem ser revistos os trabalhos que estavam sendo desenvolvidos para fortalecer a prevenção e combate, para evitar um risco eminente de surto de dengue. Faz-se necessário a realização de um trabalho de mobilização social envolvendo a participação efetiva dos moradores, por meio de medidas de prevenção e eliminação de possíveis criadouros”, alertou a técnica responsável pela dengue na SES, Izabel Sarmento.
Ainda segundo informações da SES, as notificações de casos suspeitos de dengue entre 1º de janeiro e 28 de outubro deste ano tiveram uma redução de 60,66% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com verificação da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde. O 10º boletim da dengue traz a notificação de 6.716 casos suspeitos em todo o estado, contra 17.072 em igual período de 2013. Dos 223 municípios paraibanos, 195 registraram casos de dengue no sistema até o momento, restando ainda 28 sem nenhuma notificação.
Dos casos notificados, 1.583 foram descartados e 3.066 confirmados por dengue. Dos casos notificados, foram identificados 146 casos de dengue com sinais de alarme, sendo 57 já confirmados, e oito casos como dengue grave, sendo seis confirmados. Os demais casos – 1.913 ao todo – seguem em investigação, aguardando o encerramento por parte das secretarias municipais de saúde.
Quanto ao número de óbitos, até então foram registrados seis casos, sendo dois em Campina Grande, um em Patos, um em Cuité, um em Cruz do Espírito Santo e um em Itapororoca. Levando em consideração o ano de 2013, no mesmo período, havia um total de 16 óbitos confirmados, o que demonstra uma redução de 62,5%.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário