Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

terça-feira, 11 de março de 2014

Governador acusado de perseguição contra prefeito de Conceição, que é do PSDB. Confira!


Já estão aparecendo as primeiras consequências políticas do rompimento da aliança entre o senador Cássio Cunha Lima, líder maior do PSDB no estado, e o governador Ricardo Coutinho (PSB), ambos pré-candidatos à sucessão estadual no pleito deste ano.

Em Conceição, o vereador Edvaldo Ramalho acusa o governador Ricardo Coutinho de discriminação e perseguição política contra o prefeito conceiçãoense Nilson Lacerda, que é do PSDB.

Segundo Edvaldo, mesmo o prefeito ainda não tendo se definido politicamente, já começou a ser perseguido pelo Governo do Estado.

Ele citou como exemplo o caso da distribuição de ambulâncias com as Prefeituras pelo Governo do Estado. “O motorista da Prefeitura de Conceição foi pegar nesta segunda-feira em João Pessoa a ambulância que seria destinada ao município, e o que disseram lá foi que Conceição não está na lista dos contemplados”, contou o vereador, ao lamentar que “para Conceição não tem ambulância, mas os prefeitos aliados do governador receberam”.

Além de Conceição não ter investimentos do governo estadual, segundo Edvaldo, “o governador agora resolveu tirar o que é direito do município simplesmente porque o prefeito é do partido do senador Cássio Cunha Lima”.

Para Edvaldo, esse tipo de política discriminatória só prejudica a população, mas ele disse não se surpreender com a atitude do governo de negar uma ambulância ao município porque, até agora, o Governo do Estado não contribuiu com um centavo para a saúde pública de Conceição, que é bancada, segundo ele, exclusivamente pela Prefeitura. “Nós temos aqui um hospital que é municipal, mas atende pessoas de vários outros municípios da região, e não recebe nada da gestão estadual”, lamentou o parlamentar mirim. 

Fonte: Sousa Neto/Folha do Vali

Nenhum comentário:

Postar um comentário