Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Juristas afastam o “achismo”: Ronaldo na vice de Ricardo impede Cássio em 2018

Ronaldo na Vice pode atrapalhar planos de Cássio para 2018...



Não tem “mas” nem “todavia”. Juristas do alto escalão do grupo Cunha Lima já deixaram claro que se Ronaldo Cunha Lima Filho, sendo indicado a vice-governador na chapa de Ricardo Coutinho, assumir o governo do Estado num eventual segundo mandato do governador, ele torna inelegível o irmão, o senador Cássio Cunha Lima para o mesmo cargo em 2018.
Todos são unânimes em dizer que a regra é clara, constitucional, inclusive, apontando a inelegibilidade de parente até segundo grau, consangüíneo ou não, em casos como este. O resto é conversa de bêbado em mesa de bar.
Ronaldinho só não viraria empecilho pra Cássio caso, sendo vice-governador de Ricardo Coutinho, não assumisse oficialmente o governo em abril até o final do mandato, em dezembro.
No sábado passado, durante convenção do PSDB, Ronaldinho, que é vice-prefeito de Campina Grande, deixou escapar que “nasceu pra ser vice”. O que fez aumentar as especulações sobre sua participação na disputa majoritária de 2014.
Isso supõe, entre os cassistas, a construção de outros cenários que não sejam de Ronaldinho como vice.
Para alguns, sem problemas o vice de Campina cumprir sua sina. Desde que não atrapalhe os planos do irmão senador.

Luís Tôrres

Nenhum comentário:

Postar um comentário