Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Ex-prefeito de Campina Grande visita Piancó e é entrevistado por emissora de rádio local para todo o Vale

(Foto: Antonio Cabral)
O ex-prefeito da cidade de Campina Grande, por dois mandatos consecutivos, advogado Veneziano Vital do Rêgo Segundo Neto [Veneziano], que nasceu em 17 de julho de 1970, filho da deputada federal Nilda Gondim e do jurista Antônio Vital do Rêgo, sobrinho neto de Argemiro de Figueiredo e neto de Pedro Gondim e Veneziano Vital do Rego. Em 1975 começa a estudar no Instituto São Vicente de Paula, fazendo posteriormente o ginásio na Escola Virgem de Lourdes (Lourdinas) e o Ensino Médio no Colégio Imaculada Conceição (Damas). Em 1987 é aprovado no vestibular de Direito pela Universidade Estadual da Paraíba e depois transferido para Centro de Ensino Unificado de Brasília, em decorrência de seu pai ter sido eleito deputado federal; esteve hoje na cidade de Piancó onde foi entrevistado pelo jornalista Eudo Nicolau [Rádio Cidade FM de Piancó] a respeito da sua pretensão à Governo do Estado, candidatando-se à Convenção Eleitoral pela sua sigla partidária, o PMDB, com vistas as eleições de 2014.O mesmo tem pretensões de ser o escolhido pelo PMDB como candidato majoritário ao Governo do Estado.
(Foto: Antonio Cabral)
Veneziano chegou à emissora de rádio acompanhado de várias lideranças do Vale do Piancó, destacando-se os vices-prefeitos Idácio Souto (Nova Olinda) e Lucrenato (Coremas), além de assessores, amigos, simpatizantes e populares.
Durante a entrevista o âncora do programa Tribuna Independente fez várias colocações a respeito da atual política administrativa do governador Ricardo Coutinho (PSD), o que foi rebatido pelo ex-prefeito, principalmente quando se falou sobre a construção de vias asfálticas em várias regiões do Estado. Vezeniano disse que os recursos já estavam garantidos, através de projeto  do então governador Zé Maranhão (PMDB),através do CAF (Corporação Andina de Fomento).
(Foto: Antonio Cabral)
Segundo ele, o pouco que o Estado vem desempenhando em ações administrativas não são iniciativas da atual gestão.
Relembre o caso
A CAF (Corporação Andina de Fomento) aprovou empréstimo de US$ 100 milhões para uma infra-estrutura viária na Paraíba, informou nesta quinta-feira o organismo multilateral em comunicado de imprensa.  
Populares acompanharam a entrevista fora e dentro dos estúdios
Veneziano abordou vários temas, fez menção a política ditatorial do atual governador e pediu empenho dos paraibanos para mudar toda essa situação que perdura na Paraíba há quase dois anos e meio. 
O pré-candidato a governador pelo PMDB disse também que o seu partido quer apresentar um projeto para a Paraíba e, para isso, vai desenvolver seminários a partir de junho, em todas as regiões do estado, ouvindo a população e entidades diversas, para formatar um projeto para o Estado. 

OBlogdePianco

Nenhum comentário:

Postar um comentário