Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Prefeita de Diamante vai recorrer de decisão que cassou seu mandato e aguardar no cargo

Por Redação da Folha – O juiz da 33ª Zona Eleitoral de Itaporanga cassou o mandato da prefeita de Diamante, Marcília Mangueira (PMDB), em sentença proferida nesta quarta-feira, 23, por suposta captação ilícita de sufrágios nas eleições de 2012, quando Marcília foi eleita. A ação eleitoral contra a prefeita foi proposta pela coligação adversária derrotada nas urnas.

Ainda não existem informações precisas sobre o teor da sentença do juiz eleitoral, mas os advogados da prefeita já se preparam para recorrer da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e estão confiantes que ela será modificada.

Os advogados também vão requerer liminarmente à corte eleitoral a permanência da prefeita no cargo até o julgamento do recurso no TRE, de quem esperam a reformulação da sentença por acreditarem que não há provas suficientes contra a gestora municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário