Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sábado, 13 de outubro de 2012

Número alto de abstenções pode revelar esquema nas eleições no Sertão do Estado

As eleições podem revelar uma série de fragilidades em nossa democracia devido à má formação política do povo e o poderio econômico de alguns grupos políticos. Os métodos tradicionais de compra de voto podem estar dando lugar a uma nova modalidade de pressão dos eleitores cada vez mais sofisticada e que pode funcionar dependendo do caso. A abstenção do voto tem sido uma das armas utilizadas pelos políticos comerciantes: “Se não vai votar em mim, pois não vote em ninguém!”. Essa lógica pode ter sido aplicada nessas eleições.

O número de abstenção nas cidades de Patos, Catingueira e Olho D’água merece destaque e fazem revelações surpreendentes. Em Patos a abstenção foi de 11.706 eleitores, ou seja, 17,33%. Em Olho D’água 1.115 pessoas não foram votar. O que equivale a 14,70% do eleitorado. Em Catingueira, 612 eleitores não compareceram as urnas, 14,70% preferiram ficar em casa. Esses números são reveladores diante da eleição para prefeito e vereador ser a que desperta maior interesse do eleitorado.

Em Igaracy, cidade do Vale do Piancó tem um dos casos mais preocupantes. Na cidade 1.247 eleitores não compareceram as urnas, cerca de 22% do eleitorado do município.
 
Uma fonte, que preferiu guardar sigilo, revelou que em Catingueira pessoas tiveram documentos retidos para não comparecer aos locais de votação. Em troca dessa generosidade, os eleitores receberam certa quantia em dinheiro para ao invés de ir votar ficar em casa no decorrer das eleições. Esse fato pode ser inimaginável, mas ocorreu devido à carência financeira e o rebaixamento da consciência política nesse município e também nos demais citados.

Na cidade de Patos, a abstenção foi a maior de todos os tempos mesmo diante de uma eleição disputadíssima entre o PMDB e o DEM. Aqui não se sabe o que levou os eleitores ao não comparecimento ao pleito. 11.706 eleitores patoenses prefiram não votar mesmo podendo enfrentar as sanções da lei.

Jozivan Antero – Patosonline

2 comentários:

  1. olá hugo bom dia isso mostra o tamanho da ditadura que ocorre no sertão paraibano, se não votar vai ser dispensada, professora que lecionava á 25 anos, se não votar de acordo com ogoverno foi despensado, que PSB é esse, o socialismo falso mesquinho, um governador muito pequeno para o tamanho do gestor que é, para esse tipo de política suja não tem mais espaço no país, não, temos que divulgar esse tipos de pressão, desejo uma boa gestão para á futura prefeita de igaracy, vamos divulgar essa malandragem tão absurda desse socialista, ze lopes!!!!

    ResponderExcluir
  2. São josé de caiana é exemplo

    ResponderExcluir