Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

domingo, 3 de junho de 2012

Pesquisa dá vitória a Maranhão - Cícero fica em segundo e Luciano Agra em terceiro; confira todos os números

João Pessoa, segundo pesquisa de intenção de votos realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe).

A pesquisa, encomendada pelo Jornal da Paraíba, apresenta dois cenários, sendo um com a candidatura de Estelizabel Bezerra e outro com a candidatura de Luciano Agra, ambos do PSB. O mesmo critério foi adotado com as candidaturas de Nonato Bandeira e Janduhy Carneiro, do PPS.

Confira os números
Cenário 1 – com Estelizabel disputando pelo PSB

José Maranhão (PMDB) 22%

Cícero Lucena (PSDB) 19%

Luciano Cartaxo (PT) 7%

Estelizabel Bezerra (PSB) 5%

Toinho do Sopão (PTN) 4%

Geraldo Amorim 2%

Nonato Bandeira (PPS) 1%

Major Fábio (DEM) 1%

Italo Kumamoto (PSC) 0%

Lurdes Sarmento (PCO) 0%

Antônio Radical (PSTU) 0%

Nenhum/braços e nulos 16%

Não sabem e não responderam 23%

Cenário 2 – com Luciano Agra na disputa

José Maranhão (PMDB) 21%

Cicero Lucena (PSDB) 18%

Luciano Agra (PSB) 10%

Luciano Cartaxo (PT) 7%

Toinho do Sopão 4%

Geraldo Amorim (PDT) 1%

Italo Kumamoto (PSC) 1%

Major Fábio (DEM) 1%

Janduhy Carneiro (PPS) 0%

Lurdes Sarmento (PCO) 0%

Antônio Radical (PSTU) 0%

Nenhum, brancos e nulos 15%

Não sabem ou não responderam 21%

A pesquisa Ipesp ouviu 800 eleitores na Capital de 26 a 28 de maio, sendo resgistrada no TRE PB sob o número 00013?2012.

Confira os detalhes:

Maranhão lidera

Em qualquer dos cenários, Maranhão e Cícero lideram a disputa na capital. No cenário 1, em que aparece o nome de Estelizabel, o pré-candidato do PMDB lidera com 22% dos votos. Em seguida vem o pré-candidato do PSDB com 19%, e em terceiro aparece Luciano Cartaxo, do PT, com 7%. Apesar de ser a favorita do governador Ricardo Coutinho, Estelizabel aparece distante dos primeiros colocados na pesquisa, com apenas 5% das intenções de voto. A pesquisa Ipespe foi realizada quando ainda não havia sido divulgada a decisão do prefeito Luciano Agra de entrar na disputa em João Pessoa. Sua decisão saiu dois dias após a pesquisa ter sido concluída. O PSB terá que escolher entre Estelizabel Bezerra e Luciano Agra na convenção que acontecerá no dia 10. Estelizabel Bezerra está um ponto à frente do deputado Toinho do Sopão (PTN), que tem 4% dos votos.

Geraldo Amorim (PDT) obteve 2%. Já Nonato Bandeira (PPS) e Major Fábio (DEM) estão com 1%. Não pontuaram na pesquisa Ítalo Kumamoto (PSC), Lourdes Sarmento (PCO) e Antônio Radical (PSTU). O pré-candidato Renan Palmeira, do PSOL, sequer foi citado pelos entrevistados. 23% não sabem ou não responderam e 16% votam branco ou nulo. Maranhão ainda aguarda o julgamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) dos embargos de declaração contra a decisão que rejeitou suas contas de campanha de 2010. Ele espera reverter a situação para disputar o pleito sem o perigo de ser impugnado.

Na pesquisa, os eleitores apontaram, independentemente de sua intenção de voto, aquele que eles acham ter mais chance de ser eleito prefeito de João Pessoa nas eleições deste ano. O favorito para ganhar o pleito, segundo os entrevistados, é o ex-governador José Maranhão, apontado por 27% dos eleitores entrevistados. Em segundo lugar aparece Cícero Lucena, com 21% do favoritismo.

O prefeito Luciano Agra ficou na terceira posição, com 8%, seguido de Luciano Cartaxo, considerado favorito para ganhar as eleições por 3% dos entrevistados. A socialista Estelizabel só foi citada por 2% das pessoas questionadas e o deputado Toinho do Sopão obteve 1%. Os demais não pontuaram na pesquisa – ou não foram mencionados ou o número de eleitores que citou seus nomes não foi significativo para pontuar.

Entre esses postulantes que não chegaram a pontuar está Nonato Bandeira (PPS). O curioso é que, nesse quesito, ele só pontuou como favorito na faixa etária dos maiores de 45 anos (um ponto). Dentre os eleitores com grau de instrução superior, Nonato também obteve um ponto. Os prefeitáveis Geraldo Amorim, Major Fábio e Janduhy Carneiro, que também somaram zero ponto nesse quesito, obtiveram um ponto, cada, dentre os eleitores da faixa etária de 16 a 24 anos. O Major Fábio também conseguiu um ponto entre os que têm nível superior.

Só a título de comparação, o pré-candidato Toinho do Sopão nesse sentido conseguiu ser favorito para 1% dos entrevistados.

Mesmo oriundo da classe mais popular da sociedade pessoense, tido por isso como personagem folclórico, Toinho obteve dois pontos dentre o eleitorado com faixa etária de 16 a 24 anos, e um ponto entre os que têm de 25 a 44 anos. Além disso, ele é favorito a vencer as eleições para 1% dentre os que têm até a 4ª série do ensino fundamental, por 1% dentre os que têm o ensino médio, e por 2% entre os de grau superior, saindo-se melhor que muitos postulantes com mais tempo de vida pública.

O prefeitável Luciano Cartaxo teve 2 pontos na faixa etária de 16 a 24 anos, 3, entre 25 e 44, e 3 pontos entre os de mais de 45.

Na pesquisa do Ipespe, um total de 37% dos entrevistados não souberam ou não responderam quem eles acham que tem mais chances de vitória.

Rejeição

Apesar de liderar a pesquisa em todos os cenários, o ex-governador José Maranhão detém a maior rejeição entre os nomes ouvidos pelos eleitores. De acordo com os números do Ipespe, ele desponta com 30% de rejeição. O desgaste de Maranhão não chega a surpreender tanto como o de Estelizabel Bezerra, pré-candidata do PSB.

Na pesquisa, Estelizabel aparece com 21% de rejeição, índice bastante alto considerando que ela está participando pela primeira vez de uma eleição. O desgaste de Estelizabel chega a ser maior que o de Luciano Agra, com quem ela vai disputar a eleição na convenção do PSB para definir o nome do partido na eleição em João Pessoa. Agra detém 14% de rejeição, segundo revela a pesquisa.

Depois de Maranhão, a maior rejeição fica por conta do senador Cícero Lucena, que governou a cidade de João Pessoa por duas vezes e busca mais uma vez ocupar a cadeira de prefeito. Ele tem 29% de rejeição, 1% apenas atrás do pré-candidato do PMDB. Em terceiro lugar aparece Toinho do Sopão, com 22%.

Ainda no quesito rejeição, temos os seguintes números: Nonato Bandeira (16%), Ítalo Kumamoto (16%), Antônio Radical (16%), Geraldo Amorim (16%), Renan Palmeira (16%), Lourdes Sarmento (15%), Major Fábio (14%), Luciano Cartaxo (14%), Luciano Agra (14%) e Janduhy Carneiro (13%).

Segundo turno

De acordo com os números da pesquisa Ipespe, o ex-governador José Maranhão venceria a eleição no segundo turno em qualquer cenário, contra qualquer um dos postulantes. Nas várias simulações apresentadas, seu nome aparece sempre em primeiro lugar. No confronto com Cícero Lucena, o peemedebista venceria o pleito com 33% dos votos contra 28% do seu adversário, uma diferença de 5%.

Indo Maranhão e Estelizabel para o segundo turno, a diferença aumenta bastante. Maranhão seria eleito com 27% de diferença.

Ele teria 42% dos votos contra 15% da socialista. Já quando a disputa envolve o prefeito Luciano Agra, a diferença cai para 12%.

O peemedebista seria eleito com 36% contra 24% do atual prefeito. Na briga com Luciano Cartaxo, porém, Maranhão teria 39% contra 18%, uma vantagem de 21 pontos percentuais.

Na simulação em que não aparece o nome de José Maranhão, o maior beneficiado seria o senador Cícero Lucena, que venceria o segundo turno contra Luciano Agra, Estelizabel e Luciano Cartaxo.

Contra Agra, o placar em favor do tucano seria de 35% a 24%, ou seja, 11 pontos na frente. Com o petista, a vitória do senador seria 35% a 21%, uma diferença de 14. Partindo para o confronto com Estelizabel, Cícero seria eleito com 41% contra 14%, conferindo-lhe a vitória por 27 pontos. Essa vantagem de Cícero sobre Estelizabel, de 27%, equipara-se à vantagem obtida pelo ex-governador José Maranhão caso ele fosse para o segundo turno com Estelizabel.

Já se o segundo turno fosse disputado entre Luciano Agra e Luciano Cartaxo, a vitória seria do socialista, com 27% contra 23%. Partindo Cartaxo e Estelizabel para a disputa, o vencedor seria o petista, com 31% contra 13% da pré-candidata do PSB.



Redação com Jornal da Paraíba

Um comentário:

  1. Se fosse pelas pesquisas José Maranhão tinha ganhado a disputa de Governador da Paraíba de 2010. Deus queira que essa pesquisa seja mais uma vez FALSA!

    ResponderExcluir