Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

domingo, 10 de julho de 2011

Deu no Blog de Antonio Cabral lá de Piancó e eu acunho de cá!

Sociedade: Daniel e Leonardo visitam Piancó.

Os jovens igaracyenses Leonardo e seu amigo Daniel, estiveram neste último sábado, visitando a cidade de Piancó, onde se encontram com o casal Dr. Leonardo e sua esposa Fabiana Braga. Leonardinho, como é mais conhecido, é filho do advogado piancoense João Batista Leonardo, que já residiu e trabalhou na cidade de Igaracy em tempos remotos. Ele, Leonardinho, se fazia acompanhar de um amigo, Daniel, que chegou recentemente de São Paulo e estará retornando nos próximos dias. Leonardinho, que foi aprovado recentemente para o curso de direito na FIP-Patos, é primo do blogueiro Hugo Chaves, de Igaracy.

Do BlogdePiancó

Um comentário:

  1. Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
    Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

    A injúria, diferente da calúnia e da difamação é um crime muito mais comum e praticado. A Lei, ao prevê-lo, também visou proteger a honra da pessoa, sendo que esta honra, diferente das anteriores é a honra subjetiva, ou seja, da própria vítima em relação a si mesma. Ao passo que a honra protegida nos crimes anteriores, de calúnia e de difamação é a honra objetiva, isto é, a reputação perante a sociedade.

    O crime de injúria consiste em insultos, xingamentos, opiniões pessoais. Exemplo: A xinga B de nego preguiçoso. Ao contrário dos demais crimes contra a honra, já analisados, a injúria prescinde de terceiros para ouvirem o insulto. Basta que a vítima ouça ou tome conhecimento da injúria para que ela se concretize. E ainda que a vítima não ouça no momento, mas se vier a ficar sabendo do insulto, isso se caracterizará como crime de injúria.

    A injúria também pode ser feita por meio de crianças. Pode ser ainda verbal, escrita ou através de mímicas. Também nesse crime, deve haver a intenção clara de ofender a dignidade da pessoa. E, se alguém proferir xingamento, mas a vítima por ser calma, não se sentir ofendida, ainda assim haverá injúria, desde que as palavras sejam idôneas a ferir a dignidade do homem médio. isso vai para os visinhos que respeitam nimguem.....

    ResponderExcluir