Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 25 de março de 2015

Mais do mesmo; por falta de assistência no município, gestante tem que arriscar-se viajando em carro particular para poder ter o filho em Igaracy.



Mais uma vez assistimos a precariedade que se encontra a saúde na cidade de Igaracy. Como diria a música de Legião Urbana “mais do mesmo”, o editor desde blog foi procurado hoje pela manhã, por um agente de saúde que estava bastante preocupado com a situação de uma gestante que reside no sítio onde o mesmo atua e que estava entrando em trabalho de parto. Segundo informações passadas, o SAMU foi acionado mais estava em outra operação e por isso justifica-se a falta no atendimento, mesmo assim o agente de saúde preocupado com a situação da gestante procurou algum carro da prefeitura para prestar o socorro transferindo a gestante para outra cidade onde ela pudesse ser atendida, já que o hospital de Igaracy há anos não disponibiliza este serviço a população. A resposta foi que o município naquele momento não tinha nenhum carro disponível, de pronto tanto a gestante como o agente de saúde procuraram um carro particular de um amigo para que o socorro fosse prestado e assim foi feito.
A mulher foi transferida em um carro particular para a cidade de Patos, onde deve em poucas horas ter seu filho com dignidade. Esse menino ou menina passará a aumentar a estatística que há vários anos as mães de Igaracy não estão mais ganhando seus bebês na cidade por falta de estrutura dada tanto pelo município quanto pelo hospital que recebe recursos do governo do estado.

Até quando?

Nenhum comentário:

Postar um comentário