Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

IGARACY: Ei funcionário, quer exemplo maior?

Prefeitura de Campina desconta empréstimo consignado, não repassa e banco ameaça lascar o servidor


Servidores da prefeitura de Campina Grande estão recebendo cartas de cobrança de bancos por causa do não repasse dos valores referentes a empréstimos consignados. A carta é o último passo antes de inserir o nome do funcionário no Serasa, que é um serviço que informa aos bancos a situação das pessoas com relação ao crédito.
Uma funcionária da prefeitura, lotada como apoio administrativo, que não quis se identificar com medo de represálias, fez um empréstimo consignado de R$ 3 mil, com parcelas de R$ 174,38, no banco Bonsucesso. Em junho, a carta de cobrança chegou à sua casa. A correspondência diz que provavelmente a prefeitura já descontou a valor da remuneração, mas informa que o dinheiro não foi repassado ao banco.
A servidora diz que quando foi à prefeitura, buscar uma resposta, foi informada de que o valor seria pago através de um empenho. “Se foi pra empenho é porque com o dinheiro que foi descontado do meu salário não foi feito o pagamento. Então, se não foi feito o pagamento, foi feito o quê com esse dinheiro?”, pergunta.
Ela diz ainda que não é a primeira vez que passa por essa situação, inclusive já tendo sido incluída no Serasa. A funcionária explica também que este banco já ficou um período sem realizar empréstimos a funcionários da prefeitura devido ao atraso nos repasses.

Segundo a servidora, outra questão que fica é a seguinte: se a carta que chegou é referente a junho, então os repasses de agosto e setembro também não foram feitos, o que prejudica ainda mais a situação dos trabalhadores.
Para a funcionária, a administração atual não se importa com a situação dos trabalhadores. “Uma gestão que não se preocupa com o servidor público, por que se se preocupasse não deixaria chegar a esse nível de comprometimento”, disse indignada.

Tião Lucena

Nenhum comentário:

Postar um comentário