Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Com medo da H1N1, Arquidiocese da Paraíba suspende aperto de mão e entrega da hóstia na boca

Padres devem entregar a hóstia consagrada nas mãos dos fiéis (Foto: Divulgação )
A Arquidiocese da Paraíba decidiu modificar o rito da missa com o  objetivo de evitar a proliferação do vírus H1N1. A partir desta quarta-feira (20), estão suspensos o aperto de mão e a entrega da hóstia consagrada na boca dos fiéis durante as celebrações nas igrejas e capelas. A medida foi anunciada pelo arcebispo, Dom Aldo Pagotto, após reunião com o Conselho Presbiteral, no Palácio do Bispo, nesta manhã.

De acordo com Arquidiocese as recomendações são temporárias e devem ser seguidas por todo Clero paraibano e demais fiéis enquanto houver registro de muitos casos da gripe H1N1. "Lembrando que tais recomendações já tinham sido feitas em julho de 2009, quando a gripe fez várias vítimas no País", destacou Dom Aldo Pagotto.

Recomenda-se:
1) Os fiéis evitem dar as mãos durante a Oração do Pai Nosso;
2) Os fiéis evitem dar as mãos no momento da Paz;
3) Os padres entreguem a hóstia consagrada nas mãos dos fiéis.

ClickPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário