Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

sexta-feira, 27 de março de 2009

PSDB pede cassação do mandato do governador da Paraíba, José Maranhão


Ele assumiu cargo deixado por Cássio Cunha Lima (PSDB) em fevereiro.Tucanos acusam Maranhão por abuso de poder econômico em 2006.

O PSDB da Paraíba protocolou ação nesta quinta-feira (26), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em que pede a cassação do mandato do governador José Maranhão (PMDB), que tomou posse no dia 18 de fevereiro. Ele assumiu o cargo deixado por Cássio Cunha Lima (PSDB), que foi cassado pelo TSE por abuso de poder econômico e político e prática de conduta vedada a agente público. No recurso, assinado pelo senador Cícero Lucena (PSDB-PB), os tucanos alegam que as eleições de 2006 para o cargo de governador foram "contaminadas" por suposto abuso de poder econômico do candidato José Maranhão, que na época exercia o cargo de senador.
O partido acusa o então suplente de José Maranhão, o atual senador Roberto Cavalcanti (PRB), de ter colocado à disposição da campanha do peemedebista “todo o sistema de comunicação que possui”. Roberto Cavalcanti é proprietário de um jornal e de concessões de uma emissora de TV e de rádios locais. Os tucanos relatam que ele teria usado os meios de comunicação para divulgar notícias “desfavoráveis e degradantes” contra Cássio Cunha Lima, então candidato à reeleição. Junto à ação, o senador Cícero Lucena anexou cópias de DVD com programas de rádio e televisão exibidos durante o ano eleitoral. O processo, cujo relator é o ministro Marcelo Ribeiro, será analisado em data ainda não definida pelo TSE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário